Olá,

Visitante

Repelente à base de planta medicinal: uma experiência do SUS de combate à dengue

Leitura: 2 minutos
Foto: Genilton Vieira / Acervo: Fiocruz Imagens

Promover a prevenção das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti – dengue, Zíka vírus, chikungunya e febre amarela urbana -, através da confecção de repelente natural à base de cravo-da-índia, distribuído gratuitamente à população. A iniciativa, que faz uso de uma poderosa planta medicinal, teve a direção dos agentes comunitárias de saúde (ACS) e agentes de combate às endemias (ACE) do Sistema Único de Saúde (SUS) de Tapejara, no Rio Grande do Sul. A experiência integra o trabalho de prevenção de doenças, preconizado pela atenção primária à saúde, no qual estão inseridos os ACS,  e as ações de combate ao vetor da Vigilância em Saúde, da qual fazem parte os ACE.

A escolha pelo cravo-da-índia como base para a produção do repelente natural se deu face a sua riqueza em óleo essencial e eugenol, propriedades inseticidas que afastam insetos. O produto traz, também, em sua composição, álcool 70% e óleo de amêndoas. No rótulo da embalagem, estão descritos os componentes, para que a população possa dar continuidade ao trabalho preventivo, fazendo seu próprio produto.

O cravo-da-índia é uma planta cujo uso terapêutico é comprovado pela ciência, também, contra dor de dente e infecções menores da boca e da pele. Seus botões florais são usados como antisséptico de feridas, garganta e resfriados. Faz parte do rol de fitoterápicos da farmacopeia brasileira, sendo aplicada no SUS como parte da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC).

Banco de práticas da IdeiaSUS

A experiência faz parte do banco de práticas da Plataforma IdeiaSUS, sob o título Integração entre atenção básica e vigilância em saúde na prevenção do mosquito Aedes aegypti. É destacada na seção Prática do Dia face ao contexto de mobilização nacional de combate ao Aedes. “Este é o momento de intensificar os cuidados e a prevenção. Agora é hora de todo o Brasil se unir contra a dengue”, convocou a ministra da Saúde, Nísia Trindade, em recente pronunciamento realizado em rede nacional de rádio e televisão, em decorrência do aumento de casos da doença no país.

Para conhecer esta prática de saúde do SUS em sua íntegra, clique sobre o título acima realçado. A Plataforma IdeiaSUS Fiocruz abriga mais de 3 mil experiências de saúde do SUS. Você pode, também, fazer parte do banco de práticas. Se você tem uma experiência de saúde a compartilhar, faça seu registro na plataforma da Fiocruz, criando senha e login, e preencha os campos indicados. Em seguida, a equipe da IdeiaSUS avaliará o conteúdo e você receberá informes sobre o andamento do processo de publicação.

Gostou? Compartilhe clicando abaixo

Palavras-chave

Você pode se interessar também