Olá,

Visitante

Projeto Master Chefinho

Somos resultados das influências que recebemos. Estas são determinadas por diferentes meios: familiares, sociais, religiosos, psicológicos e educacionais, sendo determinantes para formação dos nossos valores. A vida corrida que enfrentamos diariamente torna a cada dia mais difícil ter tempo para pensarmos em uma alimentação saudável, sendo induzidos ao consumo de alimentos rápidos e congelados, como os famosos FAST FOODs, por serem práticos e pelo marketing que hoje é empregado sobre esses produtos, fazendo com que sejamos induzidos ao seu consumo quase que diário. Com isso o Master Chefinho vem para quebrar tendência da alimentação congelada e não saudável, da qual estamos condicionados ao seu consumo quase que diariamente, além das crianças, que também são influenciadas direta e indiretamente, pois os pais são os determinantes do consumo de tais alimentos, pelos quais os mesmos consomem e introduzem nas dietas de seus filhos.

Objetivo de instruir as crianças da necessidade e dos benefícios da boa alimentação, de forma descontraída, dinâmica e lúdica, demonstrando influências positivas da alimentação saudável, proporcionando melhora para o corpo, a mente e o espírito. Uso de um método simples e eficaz, através de uma horta suspensa com garrafa pets, desenhos para colorir a pirâmide alimentar, cruzadinhas, colagem, brincadeiras do jogo dos sentidos (olfato, paladar, tato, audição e visão) e culinária (cozinha experimental).

as crianças que participaram do Master Chefinho apresentaram diminuição dos níveis de colesterol total e triglicerídeos, mensurados através de exames laboratoriais, além da diminuição do Índice de Massa Corpórea (IMC). Pais relataram melhoria na alimentação dos seus filhos, em relação ao aumento do consumo de frutas e hortaliças.as crianças participantes do projeto Master Chefinho, modificaram positivamente seus hábitos alimentares, apresentando melhorias na qualidade de vida, em relação à sua saúde física, mental e espiritual.

Principal

Renata Silva Cavalcante

sms.diretoria@mairipora.sp.gov.br

Coautores

Daniela Romaro, Viviane M. Baptista,

A prática foi aplicada em

Mairiporã

São Paulo

Sudeste

Instituição

Rua Primeiro De Maio, S/N Jd Odorico Mairiporã

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Grazielle Cristina Dos Santos Bertolini

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Participação Social na Construção do Planejamento Estratégico em Saúde e do Plano de Educação Permanente no Território de Ermelino Matarazzo/Sp
São Paulo
Práticas
Impactos da Formação de Trabalhadores Sobre Práticas Relativas ao Uso Racional de Medicamentos: Experiência no Contexto do Plano Regional de Educação Permanente em Saúde (Pareps)
São Paulo
Práticas
A Assistência Farmacêutica como Veículo de Educação e Economia
São Paulo
Práticas
Programa de Automonitoramento Glicêmico para Paciente Diabético Insulinodependente
São Paulo
Práticas
Experiência do Grupo Terapêutico Infantil na Atenção Primária
São Paulo
Práticas
Implantando A Microrregulação na Atenção Básica de Bastos
São Paulo
Práticas
Avaliação da Adesão ao Pré-Natal do Parceiro Oferecido na Primeira Consulta da Gestante na Rede de Atenção Básica do SUS nos Primeiros Cinco Anos Após A Implantação
São Paulo
Práticas
Saúde Publica X Saúde Politica: A Sobrevivência do Gestor Municipal na Construção da Gestão do Sus
São Paulo
Práticas
Diminuição da Fila de Espera Através da Regulação do Acesso Juntamente com A Qualificação das Solicitações dos Exames Ultrassonográficos
São Paulo
Práticas
Nova Estratégia de Controle da Leishmaniose Visceral Americana Utilizando Coleiras Impregnadas com Deltametrina na Cidade de Bauru, Estado de São Paulo
São Paulo