Olá,

Visitante

Projeto Master Chefinho

Somos resultados das influências que recebemos. Estas são determinadas por diferentes meios: familiares, sociais, religiosos, psicológicos e educacionais, sendo determinantes para formação dos nossos valores. A vida corrida que enfrentamos diariamente torna a cada dia mais difícil ter tempo para pensarmos em uma alimentação saudável, sendo induzidos ao consumo de alimentos rápidos e congelados, como os famosos FAST FOODs, por serem práticos e pelo marketing que hoje é empregado sobre esses produtos, fazendo com que sejamos induzidos ao seu consumo quase que diário. Com isso o Master Chefinho vem para quebrar tendência da alimentação congelada e não saudável, da qual estamos condicionados ao seu consumo quase que diariamente, além das crianças, que também são influenciadas direta e indiretamente, pois os pais são os determinantes do consumo de tais alimentos, pelos quais os mesmos consomem e introduzem nas dietas de seus filhos.

Objetivo de instruir as crianças da necessidade e dos benefícios da boa alimentação, de forma descontraída, dinâmica e lúdica, demonstrando influências positivas da alimentação saudável, proporcionando melhora para o corpo, a mente e o espírito. Uso de um método simples e eficaz, através de uma horta suspensa com garrafa pets, desenhos para colorir a pirâmide alimentar, cruzadinhas, colagem, brincadeiras do jogo dos sentidos (olfato, paladar, tato, audição e visão) e culinária (cozinha experimental).

as crianças que participaram do Master Chefinho apresentaram diminuição dos níveis de colesterol total e triglicerídeos, mensurados através de exames laboratoriais, além da diminuição do Índice de Massa Corpórea (IMC). Pais relataram melhoria na alimentação dos seus filhos, em relação ao aumento do consumo de frutas e hortaliças.as crianças participantes do projeto Master Chefinho, modificaram positivamente seus hábitos alimentares, apresentando melhorias na qualidade de vida, em relação à sua saúde física, mental e espiritual.

Principal

Renata Silva Cavalcante

sms.diretoria@mairipora.sp.gov.br

Coautores

Daniela Romaro, Viviane M. Baptista,

A prática foi aplicada em

Mairiporã

São Paulo

Sudeste

Instituição

Rua Primeiro De Maio, S/N Jd Odorico Mairiporã

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Grazielle Cristina Dos Santos Bertolini

Conta vinculada

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Primeira Mostra de Experiência da Linha de Cuidado Sobrepeso e Obesidade, Os Resultados Alcançados Pelo Município de Parapuã Sp
São Paulo
Práticas
Compulsão Decisória na Judicialização da Saúde, des estruturando e des afiando o Financiamento Finito do Sistema Único de Saúde
São Paulo
Práticas
Regulação do Acesso À Atenção Especializada: des coberta de um Iceberg e des afios A Serem Superados
São Paulo
Práticas
Fórum Permanente de Embu Guacu: uma Possibilidade de Organização do Cuidado Intersetorial
São Paulo
Práticas
Profilaxia Pré-Exposição ao Hiv (Prep) como Nova Estratégia para A Prevenção do Hiv – uma Experiência Multiprofissional
São Paulo
Práticas
Consultório na Rua: uma Ampliação da Abordagem das Pessoas Vivendo com Hiv/Aids Focando A Adesão
São Paulo
Práticas
Processo Formativo de Apoio em Saúde Mental no Município de Franco da Rocha – Sp
São Paulo
Práticas
Estruturação da Rede de Saúde de Franco da Rocha: Análise do Financiamento das Ações, Por Meio da Transferência de Recursos Obrigatórios e Voluntários ao Município
São Paulo
Práticas
Participação Social na Construção do Planejamento Estratégico em Saúde e do Plano de Educação Permanente no Território de Ermelino Matarazzo/Sp
São Paulo
Práticas
Impactos da Formação de Trabalhadores Sobre Práticas Relativas ao Uso Racional de Medicamentos: Experiência no Contexto do Plano Regional de Educação Permanente em Saúde (Pareps)
São Paulo