Olá,

Visitante

Impactos da Formação de Trabalhadores Sobre Práticas Relativas ao Uso Racional de Medicamentos: Experiência no Contexto do Plano Regional de Educação Permanente em Saúde (Pareps)

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, entende-se que há uso racional de medicamentos quando pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade. A garantia desse direito ao usuário representa um desafio importante para as gestões municipais tanto pelos recursos e investimentos demandados pela assistência para a terapêutica farmacológica como pela capacidade resolutiva que os medicamentos apresentam enquanto tecnologia em saúde, além dos potenciais problemas decorrentes de seu mau uso. o município de Diadema-SP, integrante do Grupo Técnico de Assistência Farmacêutica do ABC, aderiu ao Plano de ação regional de educação permanente em saúde (PAREPS) como estratégia de formação dos trabalhadores e avanços no serviço no tema “Uso Racional de Medicamentos” (URM).

Descrever a influência de projetos desenvolvidos no contexto do PAREPS sobre práticas profissionais relativas ao uso racional de medicamentos no município de Diadema-SP. Sete unidades básicas de saúde desenvolveram projetos estimulados, apoiados e acompanhados por oficinas que incluíram trabalhadores, pesquisadores, tutores e gestores. Os temas abordados foram: adesão ao tratamento uso abusivo de analgésicos e antiinflamatórios armazenamento e descarte, além da polifarmácia. as principais estratégias para melhoria do uso de medicamentos nos serviços foram o emprego de práticas integrativas e complementares, a inclusão do farmacêutico na produção do cuidado em saúde, além do fortalecimento do trabalho interprofissional. Os trabalhadores envolvidos registraram em formulário aspectos de seu conhecimento e de suas práticas profissionais relativas ao tema, antes e após 6 meses do início do processo.

67 trabalhadores participaram do projeto, cujos resultados foram: processo de trabalho favorável a ações relacionadas ao uso racional de medicamentos (antes: 85% sim depois: 95% sim) percepção do profissional sobre participação de usuários nas decisões sobre o uso de medicamentos (antes: 72% sim depois: 81% sim) momentos de discussões com a equipe sobre o uso racional, nos últimos 3 meses (antes: 40% sim depois: 100% sim) participação do profissional em ação coletiva voltada ao uso racional de medicamentos (antes: 34% sim depois: 92% sim) conhecimento sobre uso racional de medicamentos guiando práticas (antes: 67% sim depois: 100% sim).A estratégia da educação permanente como disparadora de ações interprofissionais teve impacto positivo sobre a percepção e práticas dos trabalhadores relativas à promoção do uso racional de medicamentos. Os resultados indicam que esse tipo de incentivo potencializa as condições favoráveis no ambiente de trabalho e viabiliza a criação de diversos mecanimos que podem qualificar a assistência à saúde e, consequentemente, contribuir para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde.

Principal

Claudia Fegadolli

cfegadolli@hotmail.com

Coautores

Karina Santos Rocha, Magda Kuchida Takano, Luiza Leitão De Oliveira Endo, Fabiana Banci Ferreira, Maria Ondina Paganelli

A prática foi aplicada em

Diadema

São Paulo

Sudeste

Instituição

Alameda Itu Nº 282 Apartamento 72

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Luis Claudio Sartori

Conta vinculada

cfegadolli@hotmail.com

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal
Práticas
Atenção Odontológica na Primeira Infância: Meu Primeiro Dentista
Tocantins
Práticas
Informação em Saúde Preventiva nos Meios de Comunicação
Tocantins