Olá,

Visitante

Divulgação do Portal Saúde Baseada em Evidências Como Recurso de Apoio na Educação Formativa e Permanente de Profissionais e Acadêmicos Atuantes nos Serviços em Saúde.

Com objetivo de divulgar o PSBE para profissionais de saúde envolvidos na formação e no cuidado em saúde (professores e técnicos PSF/NASF), inclusive acadêmicos e bibliotecários da UFU buscaram-se os seguintes objetivos:1. Desenvolver material para uso dos profissionais e acadêmicos

A prática educativa em saúde, além da formação superior, deve contemplar o desenvolvimento de capacidades individuais e coletivas visando à melhoria da qualidade de vida e saúde das comunidades assistidas pelos serviços em saúde. Além disto a educação e saúde são práticas sociais articuladas, inseparáveis e interdependentes, ou seja a educação influencia e é influenciada pelas condições de saúde (RUIZ-MORENO et al, 2005). O diálogo entre as práticas e concepções vigentes no SUS, especialmente não mais no abstrato e sim de forma problematizadora, é de grande importância para que ocorram atitudes e mudanças no processo de trabalho das equipes de saúde, gestão, atenção e controle social na resolução de problemas concretos na área da saúde.Estratégias para a construção coletiva de forma dialógica e horizontal, de forma que cada protagonista do SUS (trabalhadores, usuários, gestores e controle social) possa compartilhar, ensinar e aprender, construir e desconstruir concepções, ideias e conceitos acerca da saúde são objetivos da Educação Permanente em Saúde (EPS), que visa uma aprendizagem significativa e uma possibilidade de transformação das práticas profissionais (DE OLIVEIRA et al., 2011). Entretanto, segundo Ricaldoni e Sena (2006) o principal desafio da EPS é estimula o desenvolvimento da consciência nos profissionais sobre sua responsabilidade em seu processo permanente de capacitação (RICALDONI

1. Buscar informações para individualmente e coletivamente conhecer o PSBE e seus recursos na solução de problemas da prática clínica e gestão

Principal

Mônica Camargo Sopelete

A prática foi aplicada em

Uberlândia

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Mônica Camargo Sopelete

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Atuação do programa saúde na escola (PSE) no enfrentamento da dengue e outras arboviroses
Paraíba
Práticas
Ampliando leque da rede: fortalecimento dos vínculos entre equipes e escola.
Paraíba
Práticas
Relato de experiência: humanização na atenção ao usuário no pronto atendimento de Pilar (PB))
Paraíba
Práticas
Zoonoses e Vetores na Escola: Informação, Educação e Comunicação em Saúde como ferramenta de mudança.
Rio de Janeiro
Práticas
A Integração Ensino Serviço Comunidade em Volta Redonda/RJ: Em defesa da formação no SUS para o SUS
Rio de Janeiro
Práticas
Acôes de promoção e prevenção a saúde integradas, com outras vigilâncias, equipe multidisciplinar e APS para trabalhadores e trabalhadoras, realizadas no lde trabalho, das empresas privadas parceiras do municipio de João Câmara, RN
Rio Grande do Norte
Práticas
Pode ser lindo aprender no SUS: uma proposta para o acolhimento dos futuros trabalhadores da saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Mas eu não consigo doutor – Grupos dialógicos para a APS – Juntos nós podemos
Rio de Janeiro