Olá,

Visitante

Viver Melhor: projeto que reorganizou a AB e diminuiu a morbidade hospitalar no município de Pequeri (MG)

o Brasil, um território de proporções continentais, possui um Sistema Único de Saúde, universal, público e gratuito. Desde sua criação, o SUS unificou o acesso da população aos serviços de saúde ofertados pelos três entes da federação e os tornou abertos a toda e qualquer pessoa. A Atenção Básica, a primeira “instância” de atenção à saúde, é considerada a porta de entrada do SUS. Pequeri, município com pouco mais de 3 mil habitantes, possui 1 equipe da ESF e uma segunda unidade, voltada para o atendimento básico e de urgências e emergências, funcionando 24 horas por dia. Mesmo com essa estrutura, a Secretaria de Saúde notou que a rede estava ineficiente e que seria necessário avaliar os processos de trabalho no âmbito da Atenção Básica, visto que a mesma se encontrava fragmentada e ofertava uma assistência descontínua com forte polarização entre a AB e a Unidade 24 horas. Isso sem contar que o número de morbidade hospitalar de residentes era cada vez mais crescente.

Nossos objetivos são : Avaliar o processo de trabalho da Atenção Básica no município Desfragmentar a Rede Municipal de Atenção à Saúde Fortalecer as ações e Programas da Atenção Básica no Município Diminuir o número de atendimentos na Unidade 24horas Realizou-se um diagnóstico das principais falhas da rede municipal de atenção a saúde que constatou a fragmentação da mesma. Elegeu-se como prioridade a integração dos serviços da Atenção Primaria. Foi criado o “Projeto Viver Melhor “, com abordagem multidisciplinar e contínua. A ESF foi restruturada e criou-se uma “ponte” com a Unidade 24horas. A equipe passou por uma nova capacitação onde foi ressaltada a necessidade da ESF acompanhar de perto cada paciente para que ele não evada da rede e futuramente tenha que retornar já a nível hospitalar. Ferramentas de Informação e planejamento foram inseridas no fluxo, ofertando e garantindo assistência nos quatro níveis preconizados: programada agendada espontânea e urgência.

o projeto rendeu bons resultados dentro da rede de saúde de Pequeri: já no primeiro mês foi perceptível a diminuição da demanda da Unidade 24 horas e das internações (principalmente aquelas voltadas para amputação de membros). Os pacientes, com as novas identificações, puderam compartilhar suas vivências com os grupos que foram criados. Houve uma grande melhora no fluxo dos usuários dentro da AB o que impactou diretamente o Setor de marcação de Consultas e Exames da Secretaria Municipal de Saúde. A rede passou a oferecer assistência continua. as ações e Programas da AB foram fortalecidas. A equipe da ESF, de certa forma, integrou-se a Unidade 24 horas e se mantiveram unidas por um único ideal: a qualidade em saúde da população pequeriense.Passado alguns meses, concluímos que o projeto, além de qualificar o atendimento e fluxo dentro na Atenção Básica, promoveu maior entendimento da população sobre qual ponto de acesso do SUS procurar. A equipe, efetivamente conseguiu aprimorar o cuidado com às demandas dos usuários. o resultado ainda tem sido muito satisfatório, tando para população quanto para gestão local.

Principal

Cleydson Silva Ângelo

angelo.cleydson@gmail.com

Coautores

Ieda Ribeiro De Castro

A prática foi aplicada em

Pequeri

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Rua Agenor Garcia Ribeiro, 371, Centro - Pequeri/Mg

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Cleydson Silva Ângelo

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

05 abr 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Primeira Mostra de Experiência da Linha de Cuidado Sobrepeso e Obesidade, Os Resultados Alcançados Pelo Município de Parapuã Sp
São Paulo
Práticas
Compulsão Decisória na Judicialização da Saúde, des estruturando e des afiando o Financiamento Finito do Sistema Único de Saúde
São Paulo
Práticas
Regulação do Acesso À Atenção Especializada: des coberta de um Iceberg e des afios A Serem Superados
São Paulo
Práticas
Fórum Permanente de Embu Guacu: uma Possibilidade de Organização do Cuidado Intersetorial
São Paulo
Práticas
Consultório na Rua: uma Ampliação da Abordagem das Pessoas Vivendo com Hiv/Aids Focando A Adesão
São Paulo
Práticas
Processo Formativo de Apoio em Saúde Mental no Município de Franco da Rocha – Sp
São Paulo
Práticas
Estruturação da Rede de Saúde de Franco da Rocha: Análise do Financiamento das Ações, Por Meio da Transferência de Recursos Obrigatórios e Voluntários ao Município
São Paulo
Práticas
Participação Social na Construção do Planejamento Estratégico em Saúde e do Plano de Educação Permanente no Território de Ermelino Matarazzo/Sp
São Paulo
Práticas
Impactos da Formação de Trabalhadores Sobre Práticas Relativas ao Uso Racional de Medicamentos: Experiência no Contexto do Plano Regional de Educação Permanente em Saúde (Pareps)
São Paulo
Práticas
A Assistência Farmacêutica como Veículo de Educação e Economia
São Paulo