Olá,

Visitante

Projeto Cuida-Dor

Questão problema: Dor Crônica controle e tratamento. o publico alvo do projeto: 30 pacientes, todos adultos, em controle continuo de saúde na Estratégia de Saúde da Família Cohab Nova, Cáceres-MT. Indivíduos todos com dores crônicas com diagnósticos variáveis em seguimento clínico, ortopédico ou reumatológico que foram tratados por meio de possibilidades clínicas médicas e terapêuticas (Complexo B intramuscular fundamentalmente), aplicando também as Práticas Integrativas e Complementares (PICs) articuladas em ações interprofissionais. -o Projeto Cuida-Dor é criado após comprovar a alta incidência de paciente queixando deste problema na nossa área de saúde, dar suporte é importante, pois é uma situação difícil todos concordamos que ninguém merece viver com Dor. -Resultados apresentados correspondem as atividades desenvolvidas no período de abril a Dezembro de 2018.

OBJETIVo GERAL ü Promover o controle e tratamento das dores crônicas reduzindo o grau e a incidência das mesmas. OBJETIVo ESPECÍFICo ü Identificar pacientes com dor crônica ü Aplicar o tratamento intramuscular-complexo B ü Aplicar -PICs (Auricu Projeto de caráter longitudinal, Nele participaram 30 pacientes com dor crônica. Foram realizadas avaliações clínica ortopédico-neurológicas e aplicação de um questionário semiestruturado para identificação do grau /causa da dor. Conseguinte, se iniciou tratamento básico que consiste na administração de complexo B bem como a realização de auriculoterapia aplicada na UBS. Foram desemvolvidas cinco rodas de conversa com fisioterapeuta, psicóloga, terapeuta, enfermeira e médica cujo objetivo foi ensinar técnicas como automassagem, reflexologia podal e meditação para aplicação em casa. Fizeram parte das terapias complementares, também, a realização de práticas corporais orientadas por professora e estudantes de Educação Física.

Melhora clínica dos pacientes observada com a redução dos índices de dor. Ao iniciarem as atividades cerca de 86,67% apresentavam dores de moderada a máxima e após o período de realização das atividades esses índices passaram a acometer apenas 36,6% dos pacientes. Destacamos também que 23,4% dos pacientes não são mais acometidos por dores e não necessitam do uso de analgésicos, AINEs ou esteroides.A intervenção clínica junto as PICs dão uma redução significativa evidente da dor crônica. A aplicação das vitaminas do complexo B intramuscular demostrou ser efetiva tendo efeito analgésico em síndromes dolorosas, neuropáticas ou nociceptivas. Confirmamos que são seguras e de baixos custos representando boas opções na terapêutica analgésica no nosso meio. as PICs (Auriculoterapia, reflexologia) reduzem a ansiedade, estresse e depressão os quais são gatilho para desencadear as crises de dor.

Principal

Susana Rosel Paz Hernandez

susanroselp@gmail.com

Coautores

Giane Akimoto Furtado

A prática foi aplicada em

Mato Grosso

Centro-Oeste

Instituição

Rua Dos Mac Leouds 155, Jardim Do Trevo, Cáceres-Mt

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Antônio Carlos De J. Mendes

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal