Olá,

Visitante

Vacinação Sem Fronteiras: Fortalecendo o Sus e Garantindo a Vacinação para Toda a População

Categoria não especificada

Ação: disposição para agir; atividade, energia, movimento. Assim são realizadas periodicamente, quinzenalmente ou diariamente as ações de Imunização, Campanhas e Mutirões no município de Wanderley-Bahia, com predominância de área rural, o agir para ampliação da oferta de vacinação é de suma importância, viabilizar atividades e estratégias para chegar até a população mais distante é o foco para o resultado exitoso, demanda energia e a rede de apoio criada no município, Vigilância Epidemiológica, Imunização, Atenção Básica, Agentes Comunitários de Saúde, Secretaria de Transporte, Saúde e Educação, Prefeitura e tantas mais que fazem parte auxiliam para a divisão destas tarefas. Todas estas em total movimento, na busca da promoção, proteção e prevenção em saúde, com melhora na cobertura vacinal dos nossos munícipes.

O Programa Nacional de Imunizações – o PNI – Criado em 1973, é responsável pela Política Nacional de Imunizações que visa reduzir a transmissão de doenças imunopreveníveis, ocorrência de casos graves e óbitos, com fortalecimento de ações integradas de vigilância em saúde para promoção, proteção e prevenção em saúde da população brasileira. Sabemos que o PNI é responsável por definir a política de vacinação do País, desde a aquisição dos imunobiológicos até a sua disponibilização nas salas de vacinação, estabelecimento de normas e diretrizes sobre as indicações e recomendações da vacinação em todo o Brasil. Diante do território municipal ser maior área rural, umas das pontuais dificuldades é tanto a locomoção dos usuários as UBS, quanto a locomoção da equipe e transporte dos imunizantes a determinadas áreas, pois em períodos chuvosos, algumas destas ficam inviáveis a passagem. Neste sentido, há uma queda na cobertura vacinal, observamos ainda que há uma parcela da população em que se negam a vacinar-se e vacinar seus filhos contra o COVID. Passado o período chuvoso, é realizado levantamento com auxílio dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de pacientes que estão em atraso nas vacinas, bem como as UBS com o sistema que realiza esta busca ativa, organizando o processo de vacinação por localidades onde muitas vezes a imunização se junta as ações da Atenção Básica (AB) em dias específicos, sempre priorizando da melhor forma uma logística eficaz nos resultados apresentando ao paciente a importância da Imunização, como supracitada.

Para ampliar a oferta de vacinação e atualizar o esquema vacinal, melhorando assim a cobertura das vacinas, são realizadas periodicamente e em dias oportunos mutirões, campanhas extramuros de vacinação e em polos que concentrem maior parte da população rural do município, visto que é a área de maior abrangência territorial, anúncios com cards e com o apoio dos Agentes Comunitários de Saúde de cada localidade/área, para incentivo e rede de apoio. Como atrativo para a vacinação de crianças ofertamos certificados de coragem e doces após a vacinação, promovemos ainda a presença de colaboradores com vestimenta de personagens e fotos para que o ambiente fique mais descontraído. Na busca de estratégias que visem a melhoria nesta cobertura vacinal, parcerias entre as secretarias e escolas serão fortalecidas, bem como a utilização das redes sociais e rádio do município como forma de ampliar e disseminar informações positivas sobre a vacinação, informando também a finalidade e importância de cada imunizante e a criação de vínculos de apoio entre os municípios circunvizinhos, visto que o intuito da vacinação é universal, sendo promoção, proteção e prevenção em saúde metas almejadas por todos.

Tendo em vista os aspectos apresentados do município de Wanderley-Bahia, sendo este o de maior relevância, área territorial em sua maior extensão rural, são realizadas medidas que viabilizem suprir as demandas em períodos chuvosos, de comunidades rurais de difícil acesso e mais distantes da sede do município como: campanhas, Dias D, com ampla divulgação (redes sociais, rádios, busca ativa: UBS – Agente Comunitário – Paciente), em dias antecedentes e/ou após estes períodos, além disso como estratégia, ofertar vacinação na sede em dias mais frequentados pela população da zona rural, apoio entre secretarias e escolas, incentivando e ampliando a informação sobre a importância da vacinação, não somente em períodos de campanha, mas também mantendo as vacinas de rotina atualizadas da população, promovendo assim a proteção da mesma, prevenindo-os, elevando assim a saúde do município.

Principal

Kelly Samara Santana da Rocha

Coautores

DAIANE SANTOS DE SOUZA, LEIMONE FERNANDES MOTTA , ERICA DOS SANTOS FEITOSA, DANIEL SILVA DOS SANTOS

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Teste do Certificado
Minas Gerais
Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba