Olá,

Visitante

Sífilis: uma Breve Análise Acerca do Impacto da Implantação do Teste Rápido na Atenção Básica Sobre o Quantitativo de Casos Notificados da Doença, Município de Una-Ba, 2008 A 2018

“A Sífilis é uma doença universal e acomete todas as camadas da sociedade. A contaminação se dá principalmente por meio de relações sexuais sem uso de preservativos e da transmissão vertical (mãe-bebê). Considerando sua maior frequência na atividade sexual, os jovens entre 15-25 anos são comumente os mais acometidos. Nos últimos anos, a sífilis firmou-se como epidemia no Brasil, tornando-se um grave problema de saúde pública. Entre os anos de 2007 e 2015, foram notificados 5970 casos de sífilis congênita no Estado da Bahia, sugerindo uma baixa sensibilidade do serviço pré-natal quanto ao diagnóstico e tratamento das gestantes infectadas. A fim de promover o diagnóstico e tratamento oportuno da sífilis, o teste rápido treponêmico passou a ser realizado nos serviços públicos de saúde, fornecendo o resultado em minutos. No município de Una, o teste rápido foi introduzido na rotina das unidades de saúde a partir de 2015, à medida em que os profissionais eram capacitados para realizá-lo.”

“Avaliar em que medida a implantação do teste rápido utilizado para a detecção de Sífilis contribui para o incremento no número de casos notificados da doença. Verificar se houve redução na incidência de sífilis congênita após implantação do exame.” A pesquisa foi conduzida no âmbito da Atenção Básica de Una, a qual dispõe de 11 unidades de saúde. Trata-se de um estudo descritivo e retrospectivo, com abordagem predominantemente quantitativa. as informações foram obtidas utilizando o banco de dados do SINAN e SISLOGLAB. Os casos de Sífilis foram classificados segundo ano de notificação, utilizando-se a série histórica 2008 a 2018. Buscou-se comparar o quantitativo de notificações para o agravo realizadas no período anterior à implantação do teste rápido (2008-2014) com o período após a sua introdução (2015-2018). Adicionalmente, foi realizado levantamento do número de equipes de saúde que realizavam o teste rápido a cada ano, a partir da sua implantação no município.

“Durante o período analisado (2008-2018), foram notificados 89 casos de Sífilis destes, 59 casos foram notificados entre 2015 e 2018, após introdução do teste rápido. Observou-se a elevação no número de notificações, de 05 casos em 2014 para 37 casos em 2018. Observou-se que no ano 2015 apenas 3 unidades de saúde realizavam o exame e em 2018 o teste era disponibilizado em todas as 11 unidades. Os dados analisados sugerem o aumento das notificações à medida em que se facilita o acesso ao exame. Constatou-se, ainda, a redução nos casos de sífilis congênita (02 casos em 2014 para nenhum em 2018) embora existam casos de sífilis em gestante, sugerindo que o diagnóstico oportuno possibilitou o adequado tratamento, impedindo a transmissão verticA implantação dos testes rápidos contribuiu para o aumento da sensibilidade da rede de atenção à ocorrência dos casos, facilitando o acesso do usuário ao exame. o incremento nas notificações pode ser analisado por duas óticas distintas: a primeira indicaria que a doença está acometendo cada vez mais indivíduos uma segunda análise, mais provável, sugere que a atenção básica está diagnosticando eficazmente esses casos, outrora desconhecidos, possibilitando o tratamento adequado e oportuno.

Principal

Laiane Da Silva Sena

laianesenasantana@gmail.com

Coautores

Maurícia Lino Miranda

A prática foi aplicada em

Una

Bahia

Nordeste

Instituição

Avenida Getúlio Vargas, Nº 552B, Centro, Una-Ba

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Gleiciane Birschner Hora

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Vigilância e Controle da Febre Amarela na Coordenadoria Regional de Saúde Sul do Município de São Paulo
São Paulo
Práticas
Sucessus 2018: Nossa Equipe É Show! – Valorização do Trabalhador do SUS e das Experiências Inovadoras no Cuidado em Saúde na Região de Vila Prudente/Sapopemba, Município de Sp
São Paulo
Práticas
Experiência de des institucionalização: o Resgate da Cidadania e da Dignidade no Relato de Profissionais e Pacientes
São Paulo
Práticas
Educação Permanente em Saúde Diária como Estratégia de Sustentação na Integração Entre Equipes Técnicas Distintas – Atenção Básica e Vigilâncias
São Paulo
Práticas
Avaliação Interdisciplinar e Diagnóstico Diferencial – Mobilização na Busca de uma Linha de Cuidado Assertiva no Cer de São Bernardo do Campo
São Paulo
Práticas
Intervenção do Farmacêutico do Nasf no Uso Irracional de Antiinflamatórios Não Esteroidais (Aines), uma Experiência da Ubs União
São Paulo
Práticas
Tecendo Redes: uma Experiência de Articulação do Trabalho em Rede Intersetorial em um Território de Saúde no Município de Assis/Sp
São Paulo
Práticas
Empoderamento Social em Defesa do SUS no Município de des calvado – Sp
São Paulo
Práticas
A Experiência de Implantação da Política de Saúde Integral para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (Lgbt) na Região Central do Município de São Paulo
São Paulo
Práticas
des envolvimento da Gestão de Custos no SUS em São José do Rio Preto
São Paulo