Olá,

Visitante

Elaboração de instrumento padronizado para estratificação de pacientes portadores de hipertensão arterial e Diabetes Mellitus na atenção primária do município de Piquet Carneiro

A hipertensão arterial crônica, o diabetes mellitus estão ligadas entre as principais causas de morbimortalidade no mundo, estas doenças levam com frequência á invalidez parcial ou total do indivíduo, com graves repercussões para sua família e a sociedade. Por outra vertente, o acompanhamento e tratamento devido, diminuem os riscos de complicações, sendo recomendado, o controle e a prevenção desses agravos. Observou-se a necessidade da padronização de um instrumento entre as unidades de saúde do município, para que se alcançasse um controle epidemiológico e estatístico acerca das patologias supracitadas

Elaborar um instrumento para cadastro e estratificação de risco para pacientes portadores de hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus Classificar os pacientes por seu grau de risco Utilizar os dados consolidados para traçar o perfil epidemi Para a produção do instrumento de estratificação foi feita uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados eletrônicas Literatura Latino-Americana em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SciELO) e Biblioteca Regional de Medicina (Bireme) e Biblioteca Virtual do NESCON utilizando os descritores: Estratificação de Risco, Hipertensão Arterial, Diabetes Melitus. Além de Cadernos e Diretrizes do Ministério da Saúde. A produção do instrumento se deu em reunião realizada com todos os profissionais envolvidos, de todas as unidades de saúde do município de Piquet Carneiro.

A partir da elaboração do instrumento de estratificação, foi possível observar uma melhoria na classificação quando aos riscos de cada patologia. A utilização dos protocolos do SUS na estratificação possibilitou um padrão na solicitação de exames para essas patologias, diminuindo os custos do município, e com o instrumento, é possível realizar uma linha base para projeção dos próximos anos. Os dados epidemiológicos podem ser cruzados , pois todas as estratégias do município utilizam o mesmo serviço, possibilitando uma adesão de outras patologias para o controle através do instrumento.o presente trabalho teve como proposta a estratificação de risco de todos os pacientes hipertensos e diabéticos do município quanto ao seu grau e risco. A elaboração dessa ficha possibilitou as unidades de saúde uma organização dos dados, no controle das medicações, no histórico do paciente, e nas condutas a serem realizadas pelas unidades. De fácil acesso, pode ser utilizada por boa parte dos profissionais da atenção básica. Ações como essa engradecem a atuação da atenção primaria.

Principal

Mateus Cavalcante Beserra De Moraes

mateuscbm@gmail.com

Coautores

Valeria Franco De Sousa

A prática foi aplicada em

Piquet Carneiro

Ceará

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Rua Dos Tabajaras, 268

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Valeria Franco De Sousa

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

09 maio 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal