Olá,

Visitante

Relato do Aumento do Acesso ao Programa de Imunização na Atenção Básica de Silva Jardim/Rj.

OBJETIVOS: Mostrar o aumento da assistência do Programa de Imunização na Atenção Básica a partir da adesão ao Programa da Rede Frio (Portaria 2.627/2014) em Silva Jardim/RJ/Metropolitana II.METODOLOGIA: Foi realizada uma avaliação comparativa da produtividade da Central de Imunização Municipal a partir do aumento da capacidade instalada do setor por meio da adesão do programa.

O município de Silva Jardim localizado na Região Metropolitana II, do Estado do Rio de Janeiro, apresenta 938 Km2 com uma população de 21349 habitantes. Trata-se de um município com um extenso territórioe boa parte de sua área geográfica está localizada em áreas rurais de difícil acesso. Quando a atual gestão do município assumiu, em 2013, a Central de Imunização possuía grande dificuldade de garantir o abastecimento com insumos imunobiológicos nas Unidades Básicas de Saúde. A capacidade instalada do setor era deficitária pois poucas unidades possuíam uma estrutura adequada na sala de vacina, nem todas possuíam refrigeradores, havia uma Kombi inadequada para o transporte dos insumos (de acordo com a legislação vigente), a taxa de abandono dos indicadores de monitoramento do sistema vigente era grande e o índice de unidades cadastradas com sala de vacina era ínfimo, restrito somente as unidades localizadas próximas ao perímetro urbano do município. Com a publicação da portaria que implantou a Rede de Frio, o município aderiu o programa em 2014, em 2015 foi contemplado com a aquisição de um veículo cabine dupla, 2.8 (4×4) ABS nas quatro rodas e refrigerado, um grupo gerador e uma câmara para conservação de imunobiológicos.

A Rede de Frio é um sistema utilizado pelo Programa Nacional de Imunização, que tem o objetivo de assegurar que os imunobiológicos disponibilizados no serviço de vacinação sejam mantidos em condições adequadas de transporte, armazenamento e distribuição, permitindo que eles permaneçam com suas características iniciais até o momento da sua administração. Nesse ínterim, tem se observado que a partir da adesão ao programa houve uma qualificação da gestão do acesso aos serviços ofertados pela imunização municipal. Dessa forma, a aquisição dos equipamentos da Rede de Frio representa um grande avanço para um município que apresenta um PIB escasso.

Principal

Marilete Ancelino de Souza, Leonel Carvalho da Silva E Tereza Cristina Abrahão Fernandes.

marileteancelino@gmail.com

A prática foi aplicada em

Silva Jardim

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Rua Nelson Alfradick - s/n

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Marilete Ancelino de Souza

Conta vinculada

patricia.carvalho@fiocruz.br

03 nov 2020

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Laboratorio Vivo Fortalecendo Intersetorialidade na Prevenção das Arboviroses em Junco do Serido/Pb.
Paraíba
Práticas
Vigilancia em Saude e Saúde na Escola: uma Parceria de Sucesso no Municipio de Queimadas-Pb
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Laboratorial do Lacen-Pb: Um Relato de Experiência
Paraíba
Práticas
A Feira Livre de Esperança-Pb: Vigilância Sanitária e As Ações de Prevenção e Combate À Covid-19
Rio de Janeiro
Práticas
Ferramentas Tecnológicas Aplicadas no Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Laboratorial do Lacen-Pb
Paraná
Práticas
Medidas Sanitárias Aplicada ao Controle Datransmissão da Leishmaniose Animal
Paraíba
Práticas
Fortalecimento e Ampliação da Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica Hospitalar na Paraíba
Paraíba
Práticas
Covid 19 – Experiência de Enfrentamento das Arboviroses, Combatendo As Endemias Durante a Pandemia
Rio de Janeiro
Práticas
Novas Estratégias para o Monitoramento e a Fiscalização das Práticas de Segurança do Paciente pela Vigilância Sanitária nos Hospitais do Distrito Federal.
Distrito Federal
Práticas
Experiência de Integração Intersetorial no Controle ao Aedes Aegypti e Bloqueio da Doença Chikungunya no Município de Cunha Porã, Sc.
Santa Catarina