Olá,

Visitante

Relato de experiência na formação de profissionais em saúde mental em Macaíba (RN)

Reverenciando os preceitos da Portaria 3088/2011 da RAPS (Rede de Atenção Psicossocial), Portaria 2488/2011 da ESF (Estratégia de Saúde da Família) e Portaria 342/2013 da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e em articulação com a inauguração da UPA, os profissionais em atuação deram início à sensibilização da rede municipal de saúde do município , sobre o acolhimento e pronto atendimento de crises e emergências psiquiátricas dos portadores de transtornos mentais e dependentes químicos em nosso território.Visando garantir e ampliar a qualidade a segurança do paciente portador de transtornos mentais do município, buscava-se sensibilizar a rede (atenção básica até o hospital regional) com um fórum em saúde mental cuja ênfase foi o acolhimento de crise e emergência psiquiátrica nos serviços de pronto atendimento.O fluxo estabelecido na rede segue uma proposta linear: os usuários identificados em situação de crise e emergência psiquiátrica nos CAPS são encaminhados à UPA, através de referência e contra referência. Assim são minimizados os entraves e preconceitos para o acolhimento dessa população, quando se pretende sua estabilização, através da contenção química para em seguida, retornar aos serviços psicossociais. A cultura do acolhimento humanizado para portadores de transtornos mentais vem sendo implantada desde então. Assim, percebemos que os profissionais dos CAPS e atenção básica absorveram a proposta baseada nos preceitos da RAPS 3088/11, consolidando o fluxo de crise e emergência psiquiátrica na UPA do município.

A cidade de Macaíba/RN está situada na região metropolitana da Grande Natal/RN, cerca de 23 km da capital. Contamos com cerca de 80 mil habitantes E Compõe a 7° região de saúde mental sua estruturação contempla o Estado do Rio Grande do Norte.Conta com 23 unidades de ESF (Estratégia de Saúde da Família) entre a Zona Urbana e Rural, um (01) Centro de Especialidades Médicas, (02) CAPS tipo II (Centro de Atenção Psicossocial), dos quais um é especializado em transtornos mentais e esquizotípicos, e o outro CAPS II AD – tem especialização em dependência química-álcool e outras drogas. A 7° região de saúde mental ainda conta com (04) leitos de saúde mental no Hospital Regional Alfredo Mesquita, situado no município

Como conclusão, percebemos que os dados atuais demonstram o fortalecimento da rede, partindo da premissa que educação em saúde é a base para desmistificar fluxo de rede psiquiátrica e assim incluir essa população que flutuava entre serviços com baixa resposta ao tratamento psicossocial, onde historicamente éramos interdependentes do modelo manicomial para estabilizar crises e emergências psiquiátricas. Finalmente, vale destacar que esse exercício vem devolvendo dignidade, auto reconhecimento e principalmente fortalecendo o vínculo entre usuários, familiares, sociedade e os profissionais de saúde.

Principal

Luís Fernando Pires dos Santos

smsmacaiba@rn.gov.br

A prática foi aplicada em

Macaíba

Rio Grande do Norte

Nordeste

Esta prática está vinculada a

AV. Mônica Dantas, nº 28, Centro

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Luís Fernando Pires dos Santos

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

05 fev 2018

e atualizada em

13 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Estruturação do cuidado em saúde mental de crianças e adolescentes vítimas de violência
Rio de Janeiro
Práticas
Estruturação da Rede de Cuidado para a Atenção às Crianças e Adolescentes com TEA e suas famílias
Rio de Janeiro
Práticas
O novo “habitar” das residências terapêuticas de Rio Bonito
Rio de Janeiro
Práticas
Matriciamento. Saúde Mental e Atenção Primária produzindo vida nos territórios onde a vida acontece.
Rio de Janeiro
Práticas
Acolhimento Qualificado na urgência hospitalar: integrando a saúde mental em volta redonda
Rio de Janeiro
Práticas
Oficina de jogos e desenho /CAPS AD
Rio de Janeiro
Práticas
EMBELEZE-SE: Diálogos sobre desigualdades, gênero, sexualidade e padrões de beleza
São Paulo