Olá,

Visitante

A Construção Coletiva Virtual da Gestão Autônoma de Medicação em Tempos de Pandemia

O Guia de Gestão Autônoma da Medicação (GAM) é uma estratégia no campo da saúde mental de desenvolvimento de autonomia coletiva partindo do reconhecimento de que cada usuário tem uma experiência singular ao usar psicofármacos.Esse dispositivo acontece em grupo o que durante a pandemia tornou-se impossível. A partir da construção coletiva de usuários, técnicos, familiares e estudantes, tornamos possível a realização do grupo de forma virtual, reaproximando os usuários do cuidado apesar do distanciamento social necessário no contexto atual.

No contexto da pandemia o cuidado em saúde mental tornou-se mais restrito por conta da necessidade do distanciamento social, tendo impacto importante na estabilização dos usuários que, justamente nesse período, precisaram estar mais próximos de seus locais de tratamento. Tornou-se importante o desenvolvimento de estratégias tecnológicas a fim de facilitar a manutenção do vínculo e cuidado entre usuários e local de tratamento.

A estratégia GAM chama o usuário ao protagonismo, oportunizando o desenvolvimento de uma análise mais crítica em relação ao impacto do tratamento nos diferentes aspectos de suas vidas. Promove a autonomia coletiva, ampliando a rede de cuidado e a apropriação do território na dimensão não só da saúde mental, mas também da cidadania. Sendo assim, trata-se de um dispositivo muito potente na prática de cuidado psicossocial, podendo acontecer também de forma virtual. O guia Gestão autônoma de Medicação esncontra-se disponível na internet e há vários núcleos de pesquisa em universidades no Brasil como: Universidade de Campinas – UNICAMP, Universidade Federal Fluminense – UFF, Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ e Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. A parceria com as universidades têm sido possível no processo de educação permanente.

Principal

Paula Azevedo Cruz da Silva

paulaazevedopsi@gmail.com

A prática foi aplicada em

Bahia

Nordeste

Instituição

Niterói

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Paula Azevedo Cruz da Silva

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

07 nov 2016

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
A importância do trabalho em rede para a efetivação da reinserção social aos dependentes químicos enquanto sujeitos de direitos: observações acerca do eixo reinserção social no Centro de Acolhimento e Atenção Integral Sobre Drogas do município de Cachoeiro de Itapemirim (ES)
Espírito Santo
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Explorando as possibilidades: atividade aquática no tratamento de TEA no município de Queimadas – PB
Paraíba
Práticas
Inovação do cuidado em saúde mental no município de São José do Sabugi-PB a partir da prática.
Paraíba
Práticas
Em boas mãos: valorização dos profissionais de saúde e os impactos na proatividade em Queimadas – PB
Paraíba
Práticas
Protocolo de passagem de plantão no serviço residencial terapêutico: um relato de experiência
Paraíba
Práticas
Ressignificando vidas através das artes manuais: uma vivência do CAPS I Umbuzeiro-PB
Paraíba