Olá,

Visitante

Projeto “Aedes Gigante”

Regional de Saúde de Coronel Fabriciano participa do lançamento do “Projeto Aedes Gigante” Idealizado pelo município de São João do OrienteRepresentantes do Núcleo de Vigilância Epidemiológica, Ambiental e Saúde do Trabalhador (NUVEAST), da Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, participaram na última sexta-feira, (29/11), do lançamento do “Projeto Aedes gigante” realizado pelo setor de Endemias do município de São do Oriente.O objetivo do projeto, segundo o Departamento de Endemias do município, é levar a réplica do Aedes aegypti nas escolas municipais e estaduais, para que de forma pedagógica os alunos possam estudar a anatomia, taxonomia e biologia do Aedes aegypti.De acordo com Joel Caldas, referência técnica em arboviroses da Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, que acompanhou o desenvolvimento do projeto, trata-se de uma réplica gigante do Aedes aegypti, que será utilizada de forma pedagógica nas ações de mobilização social realizadas pela equipe técnica do setor de endemias do município.“O principal objetivo é chamar a atenção da comunidade, e alertar o tamanho do problema que o Aedes representa para a saúde pública no Brasil e em nossa região. As ações de mobilização social nas escolas têm grandes resultados, os alunos estão sempre dispostos e interessados, mesmo o tema sendo tão cansativo, que é o caso da dengue e as outras arboviroses”, destacou Joel.O criador do projeto, Carlos Alberto, coordenador de endemias do município de São João do Oriente, explicou que “o ‘Aedes gigante’ fará com que o público se mobilize e por curiosidade vá às palestras, participe das blitzes educativas, passeatas, fique mais atento e tenha a oportunidade de conhecer detalhadamente e com mais precisão a morfologia desse perigoso vetor de arboviroses”, finalizou.As referências técnicas, Erisvaldo Pereira, Jane Duarte e Edelson Vieira, também estiveram presentes no lançamento e acompanharam o desenvolvimento do Projeto “Aedes gigante”.Experiência de anos no setor de endemias e pesquisas relacionadas fez com que vários projetos fossem criados como medidas educativas e de prevenção contra as Arboviroses transmitidas pelo Aedes Aegypti. Uma ideia guardada á 04 anos veio a ser criada no ano de 2019, para ser executado de 2020 em diante, com a colaboração de toda a equipe do setor de Endemias. Com projeto Aedes gigante, nasceu a necessidade de estudar a biologia, a anatomia deste vetor transmissor de vários vírus prejudicial á saúde humana. A ideia de entender como funciona a biologia do mosquito Aedes, estudando todo seu funcionamento surgiu da criação dos mapas de monitoramento de focos positivos do Aedes Aegypti. O conhecimento dos focos, lugares de posturas das fêmeas da espécie até então é que todo mundo preocupa em saber, mas o estudo sobre a anatomia do vetor é o que está sendo proposto neste projeto. Conhecer o inimigo para melhor combatê-lo, baseado no conhecimento histórico sobre a vida de vários estrategistas de guerra que com um pequeno exército venceram grandes exércitos através do estudo de campo do adversário.

PROJETO AEDES GIGANTE Experiência de anos no setor de endemias e pesquisas relacionadas fez com que vários projetos fossem criados como medidas educativas e de prevenção contra as Arboviroses transmitidas pelo Aedes Aegypti. Uma ideia guardada á 04 anos veio a ser criada no ano de 2019, para ser executado de 2020 em diante, com a colaboração de toda a equipe do setor de Endemias. Com projeto Aedes gigante, nasceu a necessidade de estudar a biologia, a anatomia deste vetor transmissor de vários vírus prejudicial á saúde humana. A ideia de entender como funciona a biologia do mosquito Aedes, estudando todo seu funcionamento surgiu da criação dos mapas de monitoramento de focos positivos do Aedes Aegypti. O conhecimento dos focos, lugares de posturas das fêmeas da espécie até então é que todo mundo preocupa em saber, mas o estudo sobre a anatomia do vetor é o que está sendo proposto neste projeto. Conhecer o inimigo para melhor combatê-lo, baseado no conhecimento histórico sobre a vida de vários estrategistas de guerra que com um pequeno exército venceram grandes exércitos através do estudo de campo do adversário.

O PROJETO AEDES GIGANTE ESTÁ SEMPRE EM ANDAMENTO NAS ESCOLAS, COM TEATROS E APRESENTAÇÕES DE CONSCIENTIZAÇOES DE COMBATE A DENGUE.PROJETO AEDES GIGANTE. Experiência de anos no setor de endemias e pesquisas relacionadas fez com que vários projetos fossem criados como medidas educativas e de prevenção contra as Arboviroses transmitidas pelo Aedes Aegypti. Uma ideia guardada á 04 anos veio a ser criada no ano de 2019, para ser executado de 2020 em diante, com a colaboração de toda a equipe do setor de Endemias. Com projeto Aedes gigante, nasceu a necessidade de estudar a biologia, a anatomia deste vetor transmissor de vários vírus prejudicial á saúde humana. A ideia de entender como funciona a biologia do mosquito Aedes, estudando todo seu funcionamento surgiu da criação dos mapas de monitoramento de focos positivos do Aedes Aegypti. O conhecimento dos focos, lugares de posturas das fêmeas da espécie até então é que todo mundo preocupa em saber, mas o estudo sobre a anatomia do vetor é o que está sendo proposto neste projeto. Conhecer o inimigo para melhor combatê-lo, baseado no conhecimento histórico sobre a vida de vários estrategistas de guerra que com um pequeno exército venceram grandes exércitos através do estudo de campo do adversário.

Principal

Carlos Alberto de Souza

kelysecretariadesaude@gmail.com

A prática foi aplicada em

Santa Catarina

Sul

São João do Oriente

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Kely Christiane Ribeiro Teixeira Martins

kelysecretariadesaude@gmail.com

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
O Sarampo “Navegou” Pelo Rio Madeira e “Parou” em Porto Velho: Relatando A Experiência da Vigilância em Saúde do Município
Rondônia
Práticas
Enfrentamento do Surto de Sarampo no Município de Boa Vista: uma Experiência que Demonstrou o Quanto É Possível A Integração Entre Atenção Básica e Vigilância em Saúde
Roraima
Práticas
Cuidando de Quem Cuida: Um olhar Terapêutico Aos Profissionais de Saúde na Pandemia de Covid-19.
Paraíba
Práticas
Expresso Chagas 21
Práticas
Qualificação do Sistema de Informação Sobre Mortalidade (Sim) – uma Questão de Estratégia
Pará
Práticas
Detecção Precoce da Hanseníase: a Eficácia da Triagem de Pele, Realizada por Técnicos de Enfermagem do Ecg na Atenção Primária de Saúde
Minas Gerais
Práticas
Vigilância em Saúde do Trabalhador e Trabalhadora na Atenção Básica
Práticas
Implantação de Instrumento Eletrônico no Monitoramento de Covid-19em Venda Nova do Imigrante
Espírito Santo
Práticas
Programa Saúde do Trabalhador: Vigilância em Saúde Interprofissional no Município de Rio do Sul,Sc
Rio Grande do Sul
Práticas
Monitoramento Remoto: Garantindo a Vigilância em Saúde de Pacientes em Isolamento Domiciliar com Sars-Cov-2
Paraíba