Olá,

Visitante

Prêmio Boas Práticas em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis/Sc

1 INTRODUÇÃOO presente trabalho relata a experiência da Secretaria Municipal de Saúde – SMS – de Florianópolis na construção do I Prêmio de Boas Práticas em Saúde de Florianópolis.A SMS de Florianópolis é um órgão da administração direta, munida de autonomia administrativa, orçamentária e financeira. Possui como missão promover saúde para todos com qualidade e sua visão é oportunizar o acesso de 100% da população a um sistema público de saúde com Gestão da Qualidade Total, ordenado pela Estratégia Saúde da Família, até 2014. Dentre seus valores estão: o comprometimento com o sus

A Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis assumiu a promoção do crescimento e desenvolvimento do trabalhador como uma das cinco estratégias de trabalho, expressas no Pacto Municipal – Instrumento de Gestão, mostrando, assim, sua preocupação com a valorização do trabalhador.Nesse sentido, tem se destacado que, no processo de trabalho em saúde, as instituições devem ser espaços de produção de bens e serviços para os usuários, e também espaços de valorização do potencial criativo dos trabalhadores que atuam nessas instituições/serviços: gestores, trabalhadores e usuários (BRASIL, 2008).Sabe-se que existem construções e experimentações desenvolvidas na política pública de saúde em muitos planos, âmbitos e lugares que permitem afirmar que houve avanços tanto na construção de novos modos de gerir, como na constituição de novos modos de cuidar, em conformidade com a base discursiva do SUS (PASCHE, 2009).No entanto, não havia na SMS iniciativas, instrumentos e/ou mecanismos de divulgação das ações desenvolvidas pelos trabalhadores, na busca pela melhoria do resultado de seu trabalho, os quais poderiam possibilitar a troca de experiências e o crescimento do trabalhador.Outra problemática que motivou a realização do Prêmio de Boas Práticas foi a transição governamental pela qual a prefeitura passava no período. Em virtude das eleições municipais ocorridas no mês de outubro de 2012, a certeza girava em torno da mudança de gestão em termos gerenciais e de planejamento, com a nomeação de Secretários e outros cargos na administração pública. É sabido que muitos programas e projetos habitualmente são findados por se tratarem de trabalhos desenvolvidos pelo partido ou governo anterior, levando o nome desse ao longo de sua implementação, o que gera incômodo aos novos governantes, que acabam por excluí-los de seus planos de governo. Assim, o Prêmio foi pensado como uma possível solução para enfrentar essa realidade. Por meio desse, as melhores práticas em saúde seriam conhecidas, divulgadas e premiadas por uma série de parceiros, o que contribuiria para legitimar o processo. Após eleitas, essas práticas seriam reconhecidas pela sociedade como cruciais ao bom desempenho da saúde no município. Tal reconhecimento constituiria-se como um potente inibidor da possível exclusão dessa pelo governante futuro, por conta de divergências entre os planos de governo da gestão atual e da gestão póstera.Diante das demandas descritas acima foi lançada a 1ª Edição do Prêmio de Boas Práticas em Saúde de Florianópolis, com o tema: Caminhos para uma transição governamental adequada, que teve como objetivo principal promover a melhoria da qualidade da SMS e a manutenção das boas práticas na instituição, auxiliando o novo governo durante e após a transição governamental.

Atentar para as lições aprendidas.

Principal

Edenice Reis da Silveira

A prática foi aplicada em

Florianópolis

Santa Catarina

Sul

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Edenice Reis da Silveira

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Organização do Processo de Trabalho na Atenção Primária em Saúde Utilizando Ferramentas Analisadoras e Estratégicas.
Maranhão
Práticas
Planejamento Local e Participativo na Estratégia Saúde da Família no Município de Cachoeirinha/Tocantins.
Tocantins
Práticas
Mudança de Dinâmica na Marcação de Consulta em São Luis e Seus Impactos Positivos para a População.
Maranhão
Práticas
Plano Municipal de Saúde de Juazeiro do Norte – Ceará, 2018-2021: uma Construção Participativa.
Ceará
Práticas
Fluxograma para Rede de Urgência e Emergência:
Ceará
Práticas
Modelo de Atenção Às Condições Crônicas em Um Serviço de Referência À Mulher e À Criança de Caxias/Ma: uma Proposta de organização da Atenção Especializada À Saúde.
Maranhão
Práticas
Implantação do Ambulatório de Seguimento do Recém-Nascido de Alto Risco: Um Projeto de Fortalecimento da Rede de Atenção À Saúde da Criança
Alagoas
Práticas
O Apoio Institucional do Cosems-Ba Como Estratégia para o Fortalecimento das Comissões Intergestores Regionais-Cir nas Regiões Norte e Nordeste.
Bahia
Práticas
Atenção À Saúde Materno-Infantil: Um Relato de Implantação de Ambulatório de Atenção ao Risco Gestacional, Puerperal e Infantil no Município de Teotônio Vilela –Al
Alagoas
Práticas
Segurança do Paciente Como Prioridade de Gestão: Implementação do Protocolo de Medicação Segura.
Ceará