Olá,

Visitante

Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Pics) na Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp) da Fiocruz.

Os resultados alcançados foram facilitados pela forma de gestão participativa e horizontal com que o GT PICS atua. Utilizando tecnologia social de design de projetos, baseada em linguagem e práticas inclusivas que valorizam a sabedoria coletiva, os trabalhadores escolhem as atividades a serem executadas, pactuando prazos e resultados, e mantém registro em atas das decisões de forma a garantir a legitimidade das ações realizadas.(Dragon Dreaming, 2022) Também, pelo apoio da Direção com a inserção de registros no Planejamento Institucional, disponibilização de recursos orçamentários para formação de novos terapeutas, aquisição de materiais permanentes e de consumo, e em processo de consolidação de espaço físico para as práticas presenciais.

Propor estratégias para a implementação das PICS na ENSP (Brasil, 2018), nas dimensões do cuidado, ensino e pesquisa. Baseado na PNPIC (Brasil, 2006), que considera o “indivíduo na sua dimensão global – sem perder de vista a sua singularidade, quando da explicação de seus processos de adoecimento e de saúde” o GT vem apoiar, com a oferta das PICS, para a integralidade da atenção à saúde dos servidores, alunos, estagiários e usuários dos serviços de saúde. Métodos: O trabalho tem início na identificação dos trabalhadores e suas habilitações em PICS, e a partir disso foi elaborado um plano de capacitação e organização dos espaços para as ofertas, presenciais e remotas. Foi utilizada a ferramenta WhatsApp como canal para manter os terapeutas em contato, divulgando atividades disponíveis e ações realizadas, além de encontros virtuais e presenciais. A proposta foi atuar de forma interdepartamental, agregando profissionais de áreas e unidades diversas da Fiocruz.

Devido à falta de legislação da profissão de terapeuta em PICS, e para proteção institucional, os trabalhadores assinaram termo de compromisso para a atuação como voluntários. Muito ainda temos que realizar e consolidar. Temos vivenciado a receptividade das PICS por outros profissionais de saúde e o público atendido – usuários do SUS e pelos trabalhadores como um todo. Em 1986 as primeiras práticas, hoje consideradas integrativas e complementares, foram ofertadas no Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria, que tem sido um apoiador importante na formação de novos terapeutas em PICS, liberação dos trabalhadores para participação em eventos científicos, na aquisição de materiais para atendimentos e na disponibilização de espaço físico.

Principal

Janete de Souza Romeiro

janete@ensp.fiocruz.br

A prática foi aplicada em

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

RUA LEOPOLDO BULHOES 1480

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Janete Romeiro

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Mapas Inteligentes: Um Avanço para o (Re)Conhecimento dos Territórios das Equipes de Saúde da Família
Práticas
Regulação: o Desafio Presente no Ajuste dos Fluxos e Processos de Trabalho para organização do Sistema de Saúde.
Rio Grande do Sul
Práticas
Construção da Rede Saúde Manauara
Amazonas
Práticas
Organograma Como Dispositivo de Gestão: a Experiência de Mauá
São Paulo
Práticas
Tecendo Redes: a Regulação Como Articuladora da Alta Responsável do Usuário Pós-Covid-19.
Rio de Janeiro
Práticas
1º Audiência Regional de Saúde de Campo: Regionalizar é Preciso – Exercitando a Participação Social e Vencendo os Vazios Assistenciais.
Paraná
Práticas
Sala de Situação: Um Instrumento Facilitador para Implantação de Gestão Compartilhada em Cidade de Pequeno Porte
Mato Grosso
Práticas
Apoio Institucional Como Dispositivo para o Fortalecimento das Redes de Atenção À Saúde na 13ª Região de Saúde da Paraíba
Paraíba
Práticas
Gestão Financeira da Saúde na Prática Municipal
Paraná
Práticas
A Regulação do Acesso no Município de Vitória: o Caminho para a Equidade e Integralidade do Cuidado
Espírito Santo