Olá,

Visitante

Práticas de Educação em Saúde no Enfrentamento À Pandemia: uma Experiência da Regional Norte 1, do Município de Niterói-Rj

A Atenção Primária à Saúde (APS), têm papel estratégico no enfrentamento à pandemia causada pelo vírus SARS-CoV-2, enfermidade denominada Covid-19. Os atributos reconhecidos em âmbito internacional e nacional que norteiam as ações da APS são: acesso de primeiro contato, vínculo longitudinal, integralidade, coordenação da atenção e ainda, a orientação familiar, a orientação comunitária e competência cultural. O fortalecimento de tais atributos, pela gestão local e as equipes multiprofissionais, com definição de fluxos e protocolos que estabeleçam o cuidado em saúde em todos os pontos da rede de atenção à saúde, possibilita a prevenção e controle clínico-epidemiológico da epidemia por Covid-19. Desde o início da epidemia, no município de Niterói/RJ, iniciou-se um processo de organização dos fluxos de atendimentos nas unidades de saúde e discussão com as equipes multiprofissionais sobre os protocolos e processo de trabalho, a fim de garantir o acesso as pessoas com suspeita de Covid19, a continuação do cuidado dos grupos prioritários, a vigilância em saúde no território, e o cumprimento das normas de segurança para o trabalhador em saúde, seguindo as regulamentações do uso de EPI vigentes. Este relato traz a experiência das práticas em educação em saúde desenvolvidas pela equipe de supervisão do Programa Médico de Família (PMF) da Regional Norte 1, do município de Niterói, tendo como público alvo as 17 equipes de saúde que compõem este território. Diante da complexidade na organização dos fluxos e processos de trabalho nos serviços de saúde, as mudanças de protocolos, e o aporte emocional dado aos profissionais de saúde, a equipe de supervisão do PMF elaborou oficinas para discutir os eixos estratégicos para o enfrentamento da epidemia nos territórios. Estas oficinas tiveram como objetivo: acolher os profissionais de saúde, suas percepções e sentimentos sobre este momento

As oficinas foram realizadas no mês de junho de 2020 e desenvolvidas baseadas em quatro eixos estratégicos: individual, comunitário, vigilância em saúde, e promoção da saúde. Eixo Individual: acolhimento dos profissionais de saúde, suas percepções e sentimentos sobre este momento

É fundamental fortalecer o papel da APS no enfrentamento da epidemia por Covid19, pela potência na atuação nos territórios e a capilaridade das ações. As práticas de educação em saúde foram pontos chaves no enfrentamento da epidemia, de forma a acolher os sentimentos, anseios e dúvidas dos profissionais

Principal

Juliana Paulo E Silva

julianapauloesilvarj@gmail.com

A prática foi aplicada em

RJ

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Niterói

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Juliana Paulo e Silva

Conta vinculada

julianapauloesilvarj@gmail.com

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Guia Prático para o Auxílio das Equipes de Estratégia Saúde Dafamília na Prática das Ações do Programa Saúde na Escolaem Um Município do Litoral Norte do Rio Grande do Sul
Rio Grande do Sul
Práticas
Objeto de Aprendizagem Sobre o Calendário Vacinal de Pessoas Vivendo com Hiv/Aids para Profissionais de Saúde
Rio Grande do Sul
Práticas
Telemedicina: o Telediagnóstico de Espirometria Como Estratégia de Fortalecimento da A.P.S.
Rio de Janeiro