Olá,

Visitante

Potencialidades da gestão na atenção básica

O processo de consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) estimula os gestores a identificarem e a elaborarem instrumentos que os auxiliem na condução da gestão. Entretanto, muito ainda são os desafios a serem superados, Apesar das variáveis regionais, projetos intervencionais podem ser aplicados a fim de otimizar as ações da Atenção Primária à Saúde (APS) dentro do SUS. Nesse contexto, ao Oeste da Pré-Amazônia Maranhense, em município com cerca de 14 mil habitantes, Cidelândia, a APS é constituída, logisticamente, por 5 Estratégias Saúde da Família (ESF), 4 Estratégia de Saúde Bucal (ESB), garantindo 100% de cobertura de ESF e Atenção Básica (AB). Entretanto, durante o ano de 2018, a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) de Cidelândia identificou que a Rede de serviços ofertados à população do município, através da AB, encontrava-se fragmentada, descontinuada, sem processo de territorialização de áreas, e que não cumpria as estratégias estabelecidas pelo Ministério da Saúde (MS).

Percebeu-se, então, a necessidade urgente de uma qualificação no trabalho da gestão de forma a torná-la participativa, imbricada ao desenvolvimento das ações nos processos de trabalho. A gestão da Saúde do município elaborou um projeto. Trata-se de uma ação na qual a princípio foi realizado um levantamento no município referente aos indicadores de saúde. Em seguida, foi investigada a capacidade instalada dos serviços, programas e estratégias de saúde implantadas. E, simultaneamente, ocorreu a elaboração e utilização dos instrumentos de gestão, a saber: relatórios quadrimestrais, relatório anual de gestão, programação anual de saúde. Assim, com a criação de uma câmara técnica na SEMUS, constituída por profissional sanitarista e outros especializados em gestão em saúde, mensalmente havia reuniões com as ESFs e com a gestão municipal, de forma a problematizar os desafios e potencialidades da AB na busca de soluções para garantir um SUS de qualidade a todos os envolvidos.

Entre os resultados de maior destaque, por meio de indicadores estaduais e federais, destacam-se a efetivação dos programas como a implantação do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) nas ESFs, aliado ainda ao atendimento noturno na UBS, como forma de ampliar o acesso aos serviços. Ainda foi realizada a territorialização das áreas, com a implementação dos mapas epidemiológicos e da utilização da escala de risco familiar (Coelho Savassi). Também foram realizados projetos de ampliação do teto de ESF e ESB, solicitação da implantação da equipe do NASF e AB, e um polo da academia de saúde, bem como o fortalecimento das ações do programa de saúde na escola e a potencialização das práticas de educação permanente com os profissionais da AB no município. Após esta pesquisa-ação, os indicadores de saúde de Cidelândia melhoraram exponencialmente nos últimos meses, e, desde então, está apresentando os melhores indicadores já analisados, tanto do ponto de percepção de diretrizes e metas das ações de saúde quanto nos indicadores financeiros. Assim, a planificação das ações pela gestão apresenta-se como estratégia eficaz no cumprimento das políticas de saúde pública aos profissionais que compõem a AB e aos usuários do SUS.

Principal

Matheus Soares Santos

Matheus_soaresmth@hotmail.com

Coautores

Maria do Socorro Costa, Mailson Fontes de Carvalho, Marcos Renato de Oliveira.

A prática foi aplicada em

Cidelândia

Maranhão

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) de Cidelândia

Cidelândia - MA, 65921-000

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Maria Do Socorro Costa

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

24 jun 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Conferências Locais de Saúde: Estratégias de Educação Permanente para o Plano Municipal de Saúde.
Rio Grande do Sul
Práticas
“Uso de Dados do Sisreg Prótese odontológica no Planejamento na Gestão Pública em Fraiburgo Sc”
Santa Catarina
Práticas
Implantação de ferramenta de cadastro e autorização de procedimentos oncológicos em Montes Claros (MG)
Minas Gerais
Práticas
Saúde do Trabalhador: Ampliação do Acesso a Assistência, Cuidado, Promoção e Prevenção.
Paraíba
Práticas
A Saúde Mais Perto de Você
Rio de Janeiro
Práticas
Planejamento em Saúde: uma Construção Coletiva.
Paraíba
Práticas
Humanizar para Bem Cuidar: Capacitando Servidores de Santa Luzia para Um Cuidado Digno e Qualificado
Paraíba
Práticas
Monitoramento do Acesso e Avaliação das Ações e Serviços de Saúde na Aps na Melhoria da Qualidade
Paraíba
Práticas
Farol da Saúde: Monitoramento e Planejamento Estratégico em Saúde no Município de Soledade/Pb
Paraíba
Práticas
O Município de Itaperuna Inovando no Acompanhamento, Controle e Avaliação Aos Prestadores de Saúde.
Rio de Janeiro