Olá,

Visitante

Escola viva com os olhos da visa

Desconstruir o mito da vigilância sanitária como órgão punitivo e autoritário. Incentivar a formação de multiplicadores mirins na disseminação das ações de vigilância sanitária. Promover a consciência sanitária da população, prestadores, comerciantes Todo ano, escolas públicas municipais e estaduais, dos distritos e da sede do município, são convidadas a participarem do Programa Escola Viva com os Olhos da VISA. Por 2 meses a equipe da vigilância sanitária municipal visita as escolas interessadas realizando as apresentações, de acordo com o cronograma enviado previamente. Participam alunos do 6º ano, num total de 25 turmas na sede e 19 turmas nos distritos. Os alunos escrevem redações acerca do tema discutido em sala de aula. Os professores fazem uma seleção interna e a redação escolhida é encaminhada à secretaria de saúde para a avaliação por uma comissão julgadora. São selecionadas as 3 melhores redações dos distritos e as 3 melhores da sede. Após, ocorre à cerimônia de premiação.

Na atualidade, a ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária) tem assumido uma postura inovadora, referente à sua atuação, adotando um trabalho voltado para ações mais educativas que punitivas. Neste sentido, motivados por essa nova perspectiva da ANVISA e entendendo que o cidadão é parte fundamental no processo preventivo dos agravos e doenças existentes em nosso território, a Vigilância Sanitária do município de Diamantina instituiu o programa ESCOLA VIVA COM OS OLHOS DA VISA, sendo executado com êxito já há doze anos. o Programa é desenvolvido nas escolas da rede pública, especificamente para os alunos do 6º ano, pois entendemos que as crianças se tornam essenciais multiplicadores nesse processo de conscientização sanitária da população. Elas recebem orientações e informações sobre vigilância sanitária, expressando o que aprenderam em textos, que em seguida são analisados, sendo premiadas as melhores produções. o Programa fomenta a formação de fiscais sanitários mirins.

Do ano de 2006 a 2018 mais de 13 mil alunos participaram do programa e, já foram distribuídos, mais de 66 prêmios e brindes, dentre eles: Computadores (Desktop), notebook, bicicletas, câmeras fotográficas digitais, tablets, camisas e aparelhos de DVD(s).A Vigilância Sanitária desenvolve este programa como uma proposta inovadora de sua atuação em Diamantina, formando vigilantes junto à população jovem do nosso município. as redações são sempre muito criativas e substanciais. Verifica-se, portanto, que a educação sanitária é de extrema importância para o desenvolvimento dos trabalhos da área de atuação da vigilância sanitária, assim como na formação de cidadãos mais atuantes e conscientes.

Principal

Débora Maria Fernandes Rocha

visadiamantina@yahoo.com.br

Coautores

Rosélia Ferreira Murta, Alcione Lourdes, Geraldo Denemar Dos Santos

A prática foi aplicada em

Diamantina

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Rua da Glória n° 469 – Centro / Diamantina MG

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Rogério Geraldo Pontes

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

27 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal