Olá,

Visitante

Participação da Comunidade na Saúde: Experiências Inovadoras de Gestão Participativa, Mobilização de Conselho Gestor de Unidade ou Conselho Local

INTRODUÇÃOA Participação da Comunidade na gestão do SUS é prevista na Constituição Federal de 1988 e nas legislações de Saúde, Lei 8080 e 8.142, possibilitando a atuação do poder público no acompanhamento das ações e serviços e nas decisões destinadas a garantir o direito individual e coletivo à saúde. As reuniões descentralizadas do Conselho Municipal de Saúde constituem espaços democráticos de participação dos cidadãos, com o intuito de estimular e mobilizar a sociedade a expor os problemas enfrentados e sugerir soluções. É importante enfatizar que, as discussões da política de saúde na Comunidade têm possibilitado uma maior visibilidade dos problemas enfrentados, bem como subsidiado a gestão na avaliação do impacto das ações realizadas pelos setores, de forma a construir coletivamente estratégias para melhoria da assistência a saúde.OBJETIVO:O presente trabalho tem como objetivo apresentar a experiência da Participação da Comunidade nas reuniões ordinárias do Conselho Municipal de Saúde de Igreja Nova/AL, realizadas trimestralmente de forma descentralizada nas comunidades desde 2010, visando o fortalecimento do Controle Social na política de saúde.METODOLOGIA:As reuniões descentralizadas são realizadas trimestralmente pelo Conselho Municipal de Saúde de Igreja Nova a partir de cronograma pré-estabelecido e aprovado em plenário, com prioridade às Comunidades com localização distante e pouca acessibilidade

Estimular e mobilizar a sociedade a expor os problemas enfrentados e sugerir soluções nas reuniões descentralizadas do Conselho Municipal de Saúde, como espaço democrático de participação dos cidadãos.

Principal

Lilian Barbosa da Fé

A prática foi aplicada em

Igreja Nova

Alagoas

Nordeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Lilian Barbosa da Fé

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Ideação suicida e tentativas de suicídio: uma análise de casos do SAMU 192 no interior do estado do RJ.
Rio de Janeiro
Práticas
Samuzinho: Educação em saúde e primeiro socorros na escola para a promoção do SAMU 192.
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do programa de gestão transparente do tempo resposta no SAMU 192: uma missão desafiadora
Rio de Janeiro
Práticas
Verde, amarelo e vermelho: protocolo de classificação das consultas por grau de prioridade no Centro Especializado de Saúde de Quissamã (RJ)
Rio de Janeiro
Práticas
Indicadores para monitoramento das ações de promoção e atenção a saúde do homem em Petrópolis
Rio de Janeiro
Práticas
Fluxo dos pacientes oncológicos atendidos na UNACON da região Noroeste – RJ
Rio de Janeiro