Olá,

Visitante

o Monitoramento do Plano Municipal de Saúde e o Planejamento para A Execução das Ações Propostas no Município de Campestre/MG

Os instrumentos de gestão do SUS são essenciais para o planejamento adequado das políticas de saúde em suas três esferas de governo e possibilitam ainda a participação de diversos envolvidos para a formulação de ações objetivas no planejamento do SUS. o município de Campestre, sul Minas, veio até meados de 2017 utilizando o Plano Municipal de Saúde e a Programação Anual de Saúde como um instrumentos obrigatórios e não como potencial ferramenta que possa aumentar o sucesso do SUS local. Diante da necessidade, iniciaram-se em 2017 o planejamento do plano com uso de suas ferramentas de gestão (própria) e criação de uma metodologia de avaliação constante desses instrumentos ao qual estabelecia ações e três situações no monitoramento categorizadas.

Acompanhar a execução do plano municipal de saúde e orientar o gestor no planejamento, tomada de decisão e ações que permitam efetividade do SUS no município. Após a elaboração e aprovação do Plano Municipal de Saúde e da Programação Anual de Saúde com todas as considerações da proposta de governo e das conferências municipais executadas em 2017 a gestão percebeu a necessidade de monitorar a execução desse instrumento para que possibilite o planejamento e a efetivação das políticas de saúde local. Foi criado pelo departamento de planejamento da Secretaria Municipal de Saúde uma planilha que identificava todas as propostas de execução do PMS e da PAS ao qual o gestor poderia sinalizar três opções, sendo: Alcançou, Alcançou Parcialmente e Não Alcançou. Foi possível com a equipe avaliar cada proposta pactuada e qual a realiza situação da mesma.

A Secretaria Municipal de Saúde juntamente com o Conselho Municipal avaliou todas as propostas classificando cada uma delas, obtendo um cenário apresentado como: 56,88% Alcançado, 24,77% Alcançado Parcialmente e 18,34% Não Alcançado. Com a apresentação da situação referente ao monitoramento do PMS e da PAS o gestor teve a oportunidade de rever as propostas que não foram alcançadas se iram permanecer no Plano Municipal ou se não, além é claro de definir novas estratégias para executar o pactuado. o monitoramento ainda possibilitou que o Controle Social tivesse participação direta no processo de avaliação e garantiu que a gestão entendesse melhor a necessidade dos usuários do SUS.o monitoramento é necessário para que a gestão possa avaliar a execução dos serviços de saúde corrigir pontos negativos e ajustar os que foram identificados como parcialmente alcançados. A intensificação do monitoramento dos instrumentos de gestão garantiu que houvesse ampla participação no planejamento das ações e na efetivação do Plano Municipal de Saúde e da Programação Anual e foi possível estabelecer uma ferramenta inovadora e contínua.

Principal

Maurício Durval De Sá

mauspu@gmail.com

Coautores

Helieverton Ramos Da Silva

A prática foi aplicada em

Campestre

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

Rua Aurora Ramos, 45 - Centro - Campestre/Mg - Cep: 37.730-000

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Vagner Miranda Silvio

Conta vinculada

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Educação Permanente em Saúde Diária como Estratégia de Sustentação na Integração Entre Equipes Técnicas Distintas – Atenção Básica e Vigilâncias
São Paulo
Práticas
Avaliação Interdisciplinar e Diagnóstico Diferencial – Mobilização na Busca de uma Linha de Cuidado Assertiva no Cer de São Bernardo do Campo
São Paulo
Práticas
Intervenção do Farmacêutico do Nasf no Uso Irracional de Antiinflamatórios Não Esteroidais (Aines), uma Experiência da Ubs União
São Paulo
Práticas
Tecendo Redes: uma Experiência de Articulação do Trabalho em Rede Intersetorial em um Território de Saúde no Município de Assis/Sp
São Paulo
Práticas
Empoderamento Social em Defesa do SUS no Município de des calvado – Sp
São Paulo
Práticas
A Experiência de Implantação da Política de Saúde Integral para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (Lgbt) na Região Central do Município de São Paulo
São Paulo
Práticas
des envolvimento da Gestão de Custos no SUS em São José do Rio Preto
São Paulo
Práticas
Processo de Implantação da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil como Forma de Transformação e Reorganização do Trabalho em Ubs
São Paulo
Práticas
Primeira Mostra de Experiência da Linha de Cuidado Sobrepeso e Obesidade, Os Resultados Alcançados Pelo Município de Parapuã Sp
São Paulo
Práticas
Compulsão Decisória na Judicialização da Saúde, des estruturando e des afiando o Financiamento Finito do Sistema Único de Saúde
São Paulo