Olá,

Visitante

O BALANÇO DA REDE:ARTICULAÇÃO DA ASSISTÊNCIA AS GESTANTES NO MUNICIPIO DE QUEIMADAS,CIR,COSEMS E SES

O município de Queimadas-PB têm uma população de aproximadamente 47.658 mil/hab., e cobertura de 100% Estratégia de Saúde da Família, destes atualmente temos 336 usuárias são gestantes cadastradas e acompanhadas regularmente pelas equipes de APS do município.
Neste sentido, a articulação realizada entre o Município de Queimadas-PB, a CIR (Comissão Intergestores Regionais, o COSEMS (Conselhos de Secretários Municipais de Saúde) e a SES (Secretaria Estadual de Saúde) foi de importante na organização do fluxo de atendimento das gestantes para parto e regulação, para os 14 (catorze) municípios da 15ª região de saúde.
Ressaltar-se a importância dos indicadores norteados pelo Previne Brasil que de acordo com o ministério da saúde visam aumentar o acesso das pessoas aos serviços de Atenção primária e o vínculo entre a população e a equipe responsabilizando os gestores e profissionais de saúde que assistem, e o monitoramento realizado pelo município junto aos profissionais apoiando e qualificando o trabalho no acompanhamento pré-natal e pós-parto.
Sendo assim, enfatiza-se que a qualidade nas consultas pré-natal são importantes na proporção que há o acompanhamento, o monitoramento da gestante em todo o ciclo gravídico-puerperal, associada as consultas pré-natais do parceiro para que a gestação ocorra da melhor forma possível e sem distorcia, deste modo a rede cuidar do Estado da Paraíba vêm assessorando os profissionais na condução dos casos durante o pré-natal na atenção primária.
Ressalta-se a importância de qualificar o acompanhamento das mulheres gestantes, e em especial as tem risco e vulneráveis, e para tal foi necessário o trabalho conjunto para fortalecer a rede de assistência ao pré-natal, parto e pós-parto com apoio nas três esferas de governo.

O estudo objetiva Fortalecer as ações intersetoriais na assistência a gestante na 15ª Região de Saúde; Fortalecer a gestão, o SUS através da rede de Assistência ao pré-natal, parto e pós-parto; Aumentar os indicadores do Previne Brasil no município de Queimadas-PB.
O estudo é do tipo descritivo que iniciou em 2022 até os dias atuais, através do trabalho em rede dos serviços de saúde e a articulação intersetorial com apoio da CIR, COSEMS e Estado em reuniões e discussões para ampliar a rede e seus serviços, a nível regional criando protocolos e prioridades de encaminhamento para o serviço hospitalar.
A nível municipal a gestão através de reuniões de monitoramento e acompanhamento junto aos profissionais da APS articulando o planejamento de equipe no ciclo gravídico puerperal, as demandas por planejamento familiar, além do apoio as equipes de APS no monitoramento dos indicadores de pré-natal, na garantia de exames em tempo oportuno, na qualificação da visita/ consulta puerperal multiprofissional fortalecendo a gestão, o SUS, ampliando o acesso com estratégias de prevenção e promoção da saúde.

O fortalecimento da rede municipal e regional através da organização do fluxo de gestantes para o hospital regional, a implantação da Unidade de Cuidado Intensivo Neonatal (UCIN), a regulação de vagas via estadual melhorou a retaguarda e o acesso das gestantes.
O município por sua vez, após as intervenções de monitoramento melhorou a qualidade do pré-natal passando de 33% no primeiro quadrimestre de 2022 a 76% no 3ª quadrimestre de 2023, nos últimos dois anos sem óbitos de causa materna, tais dados apontam para a qualidade do acompanhamento pré-natal realizadas no município. Os profissionais da APS e E-multi realizam em parcerias formação de grupos, escuta qualificada especializada, a gestão por sua vez prioriza os exames de rotina e complementares, assegurando-os em tempo oportuno a mulher e seu parceiro, prevenindo assim possíveis complicações.

O envolvimento dos gestores regionais, dos profissionais e a participação ativa e compromissada da gestão municipal foram decisivos para o alcance dos resultados, assim como a participação dos usuários no comparecimento as consultas e nos grupos de gestante. Portanto, torna-se preciso enfatizar a relevância de um pré-natal de qualidade tanto para as usuárias e sua família como para os indicadores do município, favorecendo o estabelecimento de políticas publicas e as ações intersetoriais no município.
Enfatiza-se ainda que há fragilidade no tocante ao atendimento de alto risco as gestantes e a regulação para consultas e acompanhamento nos serviços destinados para alto risco gestacional, necessitando ainda de descentralização e aumento do número de vagas.

Principal

CAMILLA SANDRIANNY PEREIRA BARBOSA

milla.spbarbosa@gmail.com

Enfermeira

Coautores

Francisca Eugenia Bernardino Casimiro de Lima; Emanuely de Farias Albuquerque; Andressa Carolina Sousa de Araújo Góes; Wagner Moreira de Almeida

A prática foi aplicada em

Queimadas

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

rua sebastião Lucena , 65, Queimadas

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

CAMILLA SANDRIANNY PEREIRA BARBOSA

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

08 abr 2024

e atualizada em

08 abr 2024

Condição da prática

Andamento

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba