Olá,

Visitante

APLICABILIDADE E VÍNCULO: COLETA DO EXAME HbA1C NA UBS NO MUNICÍPIO DE BONITO DE SANTA FÉ

O diabetes mellitus (DM) é uma doença metabólica caracterizada por hiperglicemia e alteração do metabolismo de carboidratos, lipídios e proteínas, classificada em tipo I e tipo II. Atualmente, a hemoglobina glicada é o teste mais importante para controlar o diabetes e avaliar o risco de complicações crônicas.
O programa Previne Brasil, um novo modelo de financiamento, visa planejar um modelo de financiamento focado em aumentar o acesso das pessoas aos serviços de Atenção Básica e o engajamento entre pessoas e grupos. Além disso, o indicador “Proporção de pessoas com diabetes, com consulta e hemoglobina glicada solicitada no semestre” visa identificar o contato entre as pessoas com diabetes e as instalações médicas, atendimentos e pedidos de realização de teste de hemoglobina glicada, para efeitos de rastreio e identificação da condição, visando prevenir morbidade e mortalidade.
Este cenário de aplicabilidade e vinculo será avaliado na cidade de Bonito de Santa Fé, sertão da Paraíba, é um município do estado, na região geograficamente adjacente de Cajazeiras, no Brasil. Possui por volta de 10 mil habitantes, segundo dados do IBGE de 2022. A atual secretária da Saúde é Aldara Cristina Alves Araruna e a coordenadora da Atenção Básica, Erica Emengarda Luciano. Conforme dados do ESUS-PEC, existem atualmente 657 pacientes diabéticos no município, dados estes coletados em 30 de março de 2024.
O objetivo central deste relato de experiência é enunciar as vantagens de aplicabilidade com coleta de exames na própria UBS, interligando diversos setores e expandindo a forma de planejamento para atingir metas e uma melhor qualidade de vida para a população. Dentre os objetivos específicos é possível citar como essa ligação entre os setores foi elaborada, qual foi a forma de planejamento para se atingir esses indicadores esperados e como deve ser considerado esta experiência para aprimorar a situação de outros territórios.

Diante de uma busca nas bases de dados do SISAB (Sistema de informação em saúde para atenção básica), foi feita uma pesquisa qualitativa e quantitativa com filtragem entre todas as equipes do município, avaliando dados comparativos dos quadrimestres entre os anos de 2021 e 2023. Como também, foram levantados os dados na própria unidade básica de saúde com auxílio do SUS feedback para considerar a necessidade de avaliar esses dados e planejar as formas de continuidade com base nos resultados. Dentre os critérios de exclusão estão dados de períodos fora do estipulado, bases de dados sem confiabilidade e avaliação de quadrimestres, além do início do período que se iniciou o previne Brasil.

Em todas as 5 UBS do município a cada seis meses é selecionado um denominador de diabéticos por equipe, conforme necessidades. São selecionados os usuários e seus respectivos agentes comunitários de saúde são avisados para convidarem eles a virem a unidade básica em uma data estipulada conforme o combinado feito com o laboratório conveniado, a partir disso são feitos coletas do exame hemoglobina glicada (HbA1C) na própria UBS. Com isso, todos os pacientes que chegam a unidade básica, realizam a triagem com a técnica de enfermagem, fazem a coleta, sendo liberados até a chegada do exame, que se dá por volta de 8 dias, e os pacientes retornam a unidade de saúde para receber o resultado do seu exame e a avaliação multiprofissional com início da linha de cuidado. Unido ao momento de espera é feito a educação em saúde pela equipe que esteja disponível na unidade, abordando assuntos básicos como “o cuidado com a insulina”, “avaliação do pé diabético”, “a importância do exame de rotina”, dentre outras temáticas feitas em salas de espera. Diante dos resultados e das experiências implementadas foi percebido uma melhora significativa nos indicadores de avaliação do Previne Brasil comparando dados conforme o SISAB: em 2021 no primeiro quadrimestre era visto um percentual de 19% em comparação com o último quadrimestre 2023 que apresentava o índice de nível município 67%, considerando o Indicador: Proporção de pessoas com diabetes, com consulta e hemoglobina glicada solicitada no semestre.

A ação de coleta na própria UBS une não só os pacientes com a própria unidade, criando um vínculo melhor, como também evita deslocamentos e perda de pacientes por inúmeros motivos que podem acontecer por contratempos. Toda a equipe é mobilizada a participar nos dias da coleta do exame, dividindo as tarefas conforme a disponibilidade de cada um, desde o agente de saúde que fará o momento de educação em saúde até a enfermeira que irá acolher e orientá-los. E, além de atingir um indicador, é a estratégia de saúde com relevância a prevenção de morbidades e consequências de uma doença crônica tão agressiva, como o diabetes mellitus. Trazendo a atenção primária como protagonista na execução de estratégias que visem aumentar o vínculo da equipe com os usuários da área adscrita.

Principal

MYLENA RAMOS GONÇALVES

MILENARG28@HOTMAIL.COM

ACS

Coautores

MYLENA RAMOS GONÇALVES, ERICA EMENGARDA LUCIANO

A prática foi aplicada em

Bonito de Santa Fé

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

MYLENA RAMOS GONÇALVES

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

08 abr 2024

e atualizada em

08 abr 2024

Condição da prática

Andamento

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba