Olá,

Visitante

Karatê na Melhor Idade

Não só no Brasil, como no mundo, o aumento da população com mais de 60 anos é uma realidade. o processo de envelhecimento populacional representa hoje um dos principais desafios do Sistema Único de Saúde (SUS). Estima-se quem em 2030 o número de idosos será maior que de crianças, é a primeira vez que esse fenômeno acontecerá na história. Serão 41,5 milhões (18% da população) de pessoas acima de 60 anos, contra 39,2 milhões (17,6%) das que terão de zero a 14 anos. Hoje o Brasil possui uma população de idosos que somam aproximadamente 29,4 milhões (14,3%) da população. Com o envelhecimento da população, há também um aumento das condições crônicas que demandará mudanças profundas nas políticas públicas de saúde. o município de Monte Alegre de Minas – MG, preocupado em ampliar sua rede de atenção ao idoso, e dar respostas mais eficientes para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com mais de 60 anos, implantou em 2016 o Karatê na Melhor Idade, hoje com 136 participantes.

Oferecer à população de Monte Alegre de Minas com mais de 60 anos aulas de Karatê como alternativa para a melhoria da qualidade de vida. as aulas acontecem duas vezes por semana, terças e quintas-feiras, no Clube Campestre do Buriti e no Lar Solidário. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibiliza um profissional habilitado membro da Confederação Brasileira de Karatê para ministrar as aulas. Oferece também transporte de ida e volta, garantindo assim maior adesão e frequência dos participantes. Além das aulas, o Projeto conta com a parceria das equipes de Saúde da Família, que através de uma equipe multiprofissional realiza avaliação do estado de saúde dos participantes, aferição da pressão arterial, teste de glicemia, atualização da caderneta de vacinação e também ações de educação em saúde.

Com a realização da atividade, observa-se uma melhora nas diferentes capacidades físicas, como flexibilidade, força, agilidade, equilíbrio e resistência. Desenvolve a concentração, raciocínio, coordenação motora e o fortalecimento muscular. Todos esses benefícios impactam na melhoria da qualidade de vida, diminuindo riscos de quedas e fraturas. o Karatê também estimula o idoso a vencer seus próprios limites em sua vida, sendo assim, um componente fundamental no auxílio, na modificação do estilo de vida e na adoção de uma vida mais ativa e saudável.o Karatê é uma arte milenar que vem se apresentando como uma importante ferramenta de transformação entre os participantes do Projeto. Existem muitas evidências científicas apontando o efeito benéfico de um estilo de vida ativo na manutenção da capacidade funcional e da autonomia física durante o processo de envelhecimento, sendo assim, sua ampliação se faz necessária para que cada vez mais idosos se beneficiem dessa prática do Karatê.

Principal

Gustavo Vasconcelos Tannús

gustavotannus@yahoo.com.br

A prática foi aplicada em

Monte Alegre de Minas

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

Rua Coronel Vilela Nº 240 Centro

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Gustavo Vasconcelos Tannús

Conta vinculada

gustavotannus@yahoo.com.br

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Educação Permanente em Saúde Diária como Estratégia de Sustentação na Integração Entre Equipes Técnicas Distintas – Atenção Básica e Vigilâncias
São Paulo
Práticas
Avaliação Interdisciplinar e Diagnóstico Diferencial – Mobilização na Busca de uma Linha de Cuidado Assertiva no Cer de São Bernardo do Campo
São Paulo
Práticas
Intervenção do Farmacêutico do Nasf no Uso Irracional de Antiinflamatórios Não Esteroidais (Aines), uma Experiência da Ubs União
São Paulo
Práticas
Tecendo Redes: uma Experiência de Articulação do Trabalho em Rede Intersetorial em um Território de Saúde no Município de Assis/Sp
São Paulo
Práticas
Empoderamento Social em Defesa do SUS no Município de des calvado – Sp
São Paulo
Práticas
A Experiência de Implantação da Política de Saúde Integral para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (Lgbt) na Região Central do Município de São Paulo
São Paulo
Práticas
des envolvimento da Gestão de Custos no SUS em São José do Rio Preto
São Paulo
Práticas
Processo de Implantação da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil como Forma de Transformação e Reorganização do Trabalho em Ubs
São Paulo
Práticas
Primeira Mostra de Experiência da Linha de Cuidado Sobrepeso e Obesidade, Os Resultados Alcançados Pelo Município de Parapuã Sp
São Paulo
Práticas
Compulsão Decisória na Judicialização da Saúde, des estruturando e des afiando o Financiamento Finito do Sistema Único de Saúde
São Paulo