Olá,

Visitante

Implementação do núcleo de segurança do paciente em um hospital de médio porte no interior do Rio de Janeiro

Os núcleos de segurança do paciente implantados em diversas instituições nacionais, tem por finalidade promover a implementação de políticas e rotinas voltadas para a cultura de segurança do paciente assim como apoiar a formação continuada do profissional em prol de uma assistência segura.
Frente a esta realidade, esta prática tem por finalidade abordar todo o processo de implementação deste núcleo no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus, um hospital de médio porte localizado no interior do estado do Rio de Janeiro, que atualmente conta com 82 leitos, sendo o responsável pelo acolhimento e cuidado emergencial da população que habitante neste território.
A apresentação tem como foco abordar as dificuldades e o processo que foi realizado para que atualmente o núcleo atue com efetividade.

A ausência do núcleo de segurança do paciente no ambiente de saúde impossibilitava a avaliação da assistência prestada aos pacientes internados e acolhidos no local, tornando-se primordial que a sua implementação fosse realizado o mais breve possível.

O cadastro do Núcleo de Segurança foi realizado entre maio de 2022 e setembro de 2023, após a partir do trabalho conjunto das direções técnicas, administrativas, gerência de enfermagem e Secretaria Municipal de Saúde.
Foi iniciado a elaboração dos registros necessários ao melhor funcionamento deste, tais como: regimento interno, planos operacionais padrão e o próprio plano institucional de segurança do paciente. Mesmo com os processos ainda em andamento, já foi possível avaliar algumas melhorias, principalmente no que tange ao conhecimento da equipe quanto a sua cultura de segurança para qual o núcleo visa estabelecer.

Para uma melhor efetividade da implementação do núcleo de segurança, é necessário que seja selecionado um profissional que tenha entenda a política de segurança do paciente, esteja atualizado quanto as diretrizes e atualizações e saiba repassar aos colaboradores de maneira clara e objetiva o protocolos propostos pelo serviço de saúde.

Principal

BRUNA CRISTINA MARTINS RIBEIRO

brunaribeirocordenf@gmail.com

Gerente de Enfermagem

Coautores

BRUNA CRISTINA MARTINS RIBEIRO

A prática foi aplicada em

Quissamã

Rio de Janeiro

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Avenida Amilcar Pereira da Silva - 138 - Piteiras - Quissamã - Rio de Janeiro

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

BRUNA CRISTINA MARTINS RIBEIRO

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

01 abr 2024

e atualizada em

01 abr 2024

Início da Execução

05/05/2022

Fim da Execução

28/09/2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Serviços Farmacêuticos na Alta Hospitalar – Projeto para Hospitais Pediátricos
Tocantins
Práticas
Voltando a respirar: reabilitação fisioterapêutica na Síndrome pós Covid-19
Paraíba
Práticas
Redução do Índice de Hospitalização a Partir da Implantação do Serviço de Atenção Domiciliar
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do matriciamento em saúde do idoso nas ESF do município de Itabirito (MG)
Minas Gerais
Práticas
Criação da Subsecretaria de Regulação, Controle e Avaliação, Contratualização e Auditoria
Rio de Janeiro
Práticas
Cuidado Fisioterápico ao Idoso do Cordão Encarnado I para Manutenção da Funcionalidade e Qualidade de Vida Associado Aos Saberes Multidisciplinares da Atenção Básica
Paraíba
Práticas
Programa Municipal de Reabilitação Pós Covid-19Projeto Reabilitar
Paraíba
Práticas
Reavaliação Médica para Usuários Que Aguardam em Fila de Espera para Consultas e Exames Especializados, Como Ferramenta Reguladora no Município de Pinhais.
Paraná
Práticas
Implantação da Rede de Atenção e Prevenção ao Suicídio de Anastácio/Ms: uma Realidade Possível
Mato Grosso do Sul
Práticas
O Apoio do Telessaúde/Paraná na Regulação de Filas para Consultas Especializadas. Relato de Experiência do Município de Pinhais.
4 / 512345