Olá,

Visitante

Identificação do Risco Cardiovascular em Pacientes de uma Unidade de Saúde, Pr.

Buscou-se identificar o risco cardiovascular em baixo, médio ou alto, seguindo o Escore de Risco de Framingham (ERF). conforme o caderno de atenção primária do Ministério da Saúde. METODOLOGIA: Estudo documental, por amostra aleatória em 400 prontuários, de pessoas com hipertensão (HAS) e diabetes (DM), cadastradas em uma unidade básica de saúde composta por duas equipes de saúde da família no município de Ponta Grossa-PR. No período de junho/2013 a agosto/2014. fizeram parte da amostra 200 pessoas com DM e HAS. Critério de inclusão foi considerado exame laboratorial atualizado, sexo masculino e feminino e idade maior ou igual a 20 anos. . Palavras-chave: Estratificação. Risco Cardiovasculares. Atenção Primária.

As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no Brasil e no mundo. A Hipertensão Arterial Sistêmica e o Diabetes Mellitus constituem um grave problema de saúde pública e são os principais fatores de risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares.

O estudo mostrou-se relevante, visto que, os profissionais da saúde adquiriram o conhecimento sobre os graus de riscos cardiovasculares de seus pacientes hipertensos e diabéticos, podendo assim, posteriormente, planejar, com a equipe um plano de cuidados com cada grau de risco, mantendo o princípio da equidade. Recomenda-se que outras equipes da UBS, estratifiquem seus pacientes crônicos.

Principal

Geovane Menezes Lourenço

mengeovane@gmail.com

A prática foi aplicada em

Ponta Grossa

Paraná

Sul

Instituição

rua Santa Rosa, sem número

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Geovane Menezes Lourenço

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Plano de Reorganização da Assistência oferecida pelo Nasf do Município de Barra de Santana – Pb: Um Relato de Experiência
Paraíba
Práticas
Nasf com Ferramenta de Fortalecimento para o Grupo de Hiperdia: Relato de Experiência
Paraíba
Práticas
Arapiraca Garante a Primeira Infância – Agapi
Alagoas
Práticas
Implantando o Prontuário Eletrônico em Unidade de Saúde: Relato de Experiência no Sul Capixaba
Espírito Santo
Práticas
Registro Digital pelas Agentes Comunitários de Saúde no Sul do Espírito Santo: Relato de Experiência
Espírito Santo
Práticas
A Inclusão de Agentes da Polícia Civil e Guarda Municipal na Estratégia de Cuidados Às Pessoas em Situação de Violência Doméstica e Familiar Durante a Pandemia
Rio de Janeiro
Práticas
Construção da Linha Guia Materno-Infantil no Município de Manaus
Amazonas
Práticas
“Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade – Secretaria Municipal de Saúde – Semsa Contribuindo com o Crescimento, Reordenamento e Fortalecimento da Rede Saúde Manauara”.
Amazonas
Práticas
Capacitação para Cuidadores de Idosos, Acamados e Cadeirantes
Paraná
Práticas
Projeto Sorriso Novo
Rio Grande do Norte