Olá,

Visitante

Identificação do Risco Cardiovascular em Pacientes de uma Unidade de Saúde, Pr.

Buscou-se identificar o risco cardiovascular em baixo, médio ou alto, seguindo o Escore de Risco de Framingham (ERF). conforme o caderno de atenção primária do Ministério da Saúde. METODOLOGIA: Estudo documental, por amostra aleatória em 400 prontuários, de pessoas com hipertensão (HAS) e diabetes (DM), cadastradas em uma unidade básica de saúde composta por duas equipes de saúde da família no município de Ponta Grossa-PR. No período de junho/2013 a agosto/2014. fizeram parte da amostra 200 pessoas com DM e HAS. Critério de inclusão foi considerado exame laboratorial atualizado, sexo masculino e feminino e idade maior ou igual a 20 anos. . Palavras-chave: Estratificação. Risco Cardiovasculares. Atenção Primária.

As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no Brasil e no mundo. A Hipertensão Arterial Sistêmica e o Diabetes Mellitus constituem um grave problema de saúde pública e são os principais fatores de risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares.

O estudo mostrou-se relevante, visto que, os profissionais da saúde adquiriram o conhecimento sobre os graus de riscos cardiovasculares de seus pacientes hipertensos e diabéticos, podendo assim, posteriormente, planejar, com a equipe um plano de cuidados com cada grau de risco, mantendo o princípio da equidade. Recomenda-se que outras equipes da UBS, estratifiquem seus pacientes crônicos.

Principal

Geovane Menezes Lourenço

mengeovane@gmail.com

A prática foi aplicada em

Ponta Grossa

Paraná

Sul

Instituição

rua Santa Rosa, sem número

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Geovane Menezes Lourenço

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Resgatando a Qualidade de Vida de Pacientes com Patologias Crônicas da Coluna Vertebral Através da Auto-Estima e de Exercícios em Grupo
Santa Catarina
Práticas
Transparência na Fila de Espera de Cirurgias Eletivas
Santa Catarina
Práticas
Atenção Integral e Cuidado em Saúde Bucal: Acesso ao Serviço Especializado de odontologia
Ceará
Práticas
Perfil Epidemiológico e Tratamento Empregado Aos Pacientes Diabéticos Atendidos pelo Programa de Diabetes no Município de Morrinhos/Go – Brasil no Período de 2008 a 2011
Goiás
Práticas
Implantação da Assistência Farmacêutica Aos Usuários Egressos do Atendimento Emergencial do Serviço de Pronto Atendimento (Spa) da Secretaria de Saúde do Município de Recife
Pernambuco
Práticas
Perspectivas de contribuição do Sistema de Gestão da Assistência Farmacêutica Horus: Recife no tratamento de usuários com tuberculose
Pernambuco
Práticas
Atenção Farmacêutica ao Paciente Insulinizado
Pernambuco
Práticas
Curso e Enfermagem Gasoterapêuta
Rio de Janeiro
Práticas
Atenção Integral ao Portador de Pé Diabético
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Guia de Saúde oral para Deficientes Visuais no Sistema Único de Saúde (SUS)
Bahia