Olá,

Visitante

Grupo Oficina da Memória

Uma das queixas mais frequentes de usuários da Estratégia Saúde da Família,são as falhas na memória.Torna-se fundamental o trabalho da estimulação cognitiva da população,visto que,proporciona melhora gradual em sua capacidade cognitiva.Desta forma, é importante a utilização de ferramentas para motivar os usuários a refletirem sobre as aplicações desta estratégia no cotidiano. Visando melhorar o desempenho mnésico e a qualidade de vida dos usuários, foi criado o grupo Oficina da Memória.

Promover a melhora do processamento da memória.para a conquista de vitalidade cognitiva e qualidade de vida, por meio da estimulação de habilidades cognitivas, funções cerebrais e socialização. o grupo está sendo desenvolvido pela Terapeuta Ocupacional,semanalmente,com duração de 60 minutos, sendo oferecidas atividades de estimulação cognitiva em grupo e individual, envolvendo técnicas de desempenho ocupacional e atividades lúdicas. Inicialmente é realizada a acolhida dos participantes, tendo como atividade principal a estimulação cognitiva e melhora na capacidade de realizar atividades produtivas e ocupacionais. o grupo é formado por homens e mulheres, com faixa-etaria entre 34 á 80 anos de idade. São realizadas atividades teóricas e práticas, como por exemplo: caça-palavras, pintura, raciocinio lógico, dinâmicas. Também são realizadas rodas de conversa e orientações multiprofissionais (Psicólogo, Fonoaudiólogo, Nutricionista).

o trabalho está apresentando grande relevância, visto que, favorece a construção de vínculos entre os participantes e também com a equipe da unidade e gera uma recuperação de capacidades que até então se encontravam obsoletas.Os participantes relatam que antes de participar do grupo terapêutico apresentavam esquecimento dia rio, ansiedade,baixa autoestima, sedentarismo, sendo relatado melhora destes aspectos atualmente.o grupo possibilitou aos participantes melhora nos lapsos de memória, ansiedade, trocas dialógicas, compartilhamento de experiências, melhora nas relações sociais, nos níveis de conhecimento sobre temas discutidos, na capacidade para lidar com situações individuais e coletivas e autonomia nas atividades de vida diaria e instrumentais. Vale salientar que os participantes são envolvidos nas atividades e campanhas educativas realizadas pelos profissionais da saúde durante todo o ano.

Principal

Roseane Campos Da Fonseca

malvesdantas@yahoo.com.br

Coautores

Deysianne Meire Da Silva Lima, Jarlene Azevedo Meira Galvão, Sabrina Karen Gomes De Souza, Yasmim Kethlyn Gomes Dos Santos,

A prática foi aplicada em

Acari

Rio Grande do Norte

Nordeste

Instituição

Rua Dr José Augusto, 57, Cep: 59370000

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Maria José Alves Dantas

Conta vinculada

malvesdantas@yahoo.com.br

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal
Práticas
Atenção Odontológica na Primeira Infância: Meu Primeiro Dentista
Tocantins
Práticas
Informação em Saúde Preventiva nos Meios de Comunicação
Tocantins