Olá,

Visitante

Equipe Complementar em Saúde Mental: a Prática em Saúde Junto Aos Profissionais da Área.

Visando o monitoramento e manejo das condições pós-covid no país, o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 (Secovid), vem promovendo a articulação de diferentes atores internos e externos na perspectiva de fomentar ações estratégicas, no âmbito da vigilância e da assistência à saúde, fundamentais para o enfrentamento das condições pós-covid no cenário pandêmico atual. Nesse sentido, foi publicada a Resolução SES/MG n° 7303, de 18 de novembro de 2020 que estabelecia e previa a contratação de Equipe Complementar em Saúde Mental para atendimento aos profissionais de saúde da Rede de Atenção à Saúde, da cidade de Sacramento-MG, que tem ofertado assistência aos pacientes com suspeita ou confirmação da COVID-19. Assim, foram desenvolvidas por essa equipe (uma assistente social, uma enfermeira e uma psicóloga), nomeada como Comissão de Recursos Humanos em Saúde, ações participativas e coletivas buscando transformações da saúde e dos determinantes sociais tendo como público-alvo inicialmente junto aos profissionais de saúde que estiveram na “linha de frente” no enfrentamento à pandemia de COVID-19 e posteriormente, o público foi ampliado para ações junto a todos os profissionais de saúde vinculados a Prefeitura Municipal de Sacramento -MG. Enquanto primeira ação da Equipe Complementar em Saúde Mental, considerando o contexto pós pandêmico, inicialmente foi elaborado um formulário que foi aplicado junto aos profissionais de saúde vinculados a Prefeitura Municipal de Saúde, de forma a ser possível visualizar, a partir das perspectivas dos próprios profissionais, quais problemáticas a Equipe trabalharia para enfrentar. Para o preenchimento, os profissionais não precisariam se identificar, e ficava a critério responder no formato online ou físico, e poderiam se recusar a responder o instrumento.As ações foram realizadas em etapas, a saber: fase diagnóstica

O principal problema abordado na prática foi estabelecer e executar ações pela Equipe Complementar em Saúde Mental que fosse possível suprir a necessidade de cuidado ao trabalhador e trabalhadora da área da saúde nesse momento pandêmico e pós pandêmico.

Nossa experiência teve como premissa a importância da escuta junto ao nosso público-alvo, principalmente, daquilo que era importante de ser considerado para a nossa prática, qual a necessidade em saúde dos nossos profissionais. Assim, enquanto recomendação, escute os seus profissionais de saúde, as necessidades, vontades, desafios, motivações, pois a partir disso, nesse contato humanizado e horizontalizado, nós conseguimos desenvolver a nossa prática na Saúde do Trabalhador, especificamente, a do profissional de Saúde.

Principal

Karla Fernanda Pereira

karlaferp@gmail.com

A prática foi aplicada em

Rio Grande do Sul

Sul

Instituição

Sacramento

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Nayara Gabriela Silvério Souza

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Projeto social de controle populacional de cães e gatos como função de vigilância em saúde pública
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
Controle das arboviroses no município de Brejo do Cruz – PB
Paraíba
Práticas
O Alcance dos indicadores da imunizaçâo do programa de qualificaçâo das ações de vigilância em saúde
Paraíba
Práticas
Acolhimento e seguimento intersetorial às crianças e adolescentes vítimas de violências
Paraíba