Olá,

Visitante

Educomunicação em Saúde: Estratégia para Superar a Subnotificação de Intoxicações Exógenas Causadas por Agrotóxicos Agrícolas

Pelas características de clima e de solo, Ronda Alta (RA) apresenta forte potencial agrícola, imperando a monocultura da soja, cultivada no modelo convencional, utilizando grandes quantidades de agrotóxicos agrícolas (AA). A principal consequência da exposição dos seres humanos aos AA é a ocorrência das intoxicações exógenas (IE). Apesar da utilização em larga escala destes produtos em RA, de 2011 a 2017, não há registros para este tipo de agravo no Sistema de Informação de Agravos de Notificação, o que sugere a subnotificação. Um dos motivos que contribuem para a subnotificação das IE é a escassa procura por atendimento médico pelos agricultores causada pela sintomatologia vaga e imprecisa das IE. Em cidades pequenas como RA e, principalmente, em comunidades do interior, escutar o rádio ainda é um hábito presente. O objetivo deste produto técnico é socializar as informações sobre as IE promovendo a saúde e prevenindo os agravos na população exposta aos AA, através de programas de rádio no formato podcast transmitidos por meio da Rádio Comunitária local. Os podcast serão elaborados com conteúdo informativo contendo os sinais e sintomas das IE, a necessidade de acessar o serviço de saúde, bem como, preveni-las, editados na plataforma “Anchor”. Os podcast se constituem como estratégias de inovação na educomunicação na perspectiva do enfrentamento dos desafios da pandemia de Covid-19 e do cotidiano do SUS. Espera-se com este produto que a população exposta ao AA promova a consciência crítica sobre os seus impactos na saúde humana, contribuindo para a superação da subnotificação.

A utilização em larga escala dos agrotóxicos agrícolas em Ronda Alta, pelo tipo de plantio somado à monocultura da soja, em contradição à ausência de notificação para o principal agravo à saúde humana causada pelos agrotóxicos agrícolas, as intoxicações exógenas, no sistema de informação de agravos de notificação do Ministério da Saúde-SINAN.

Este produto técnico científico foi pensado como uma forma de levar informações sobre o contexto dos agrotóxicos agrícolas em Ronda Alta para a população exposta utilizando-se de uma ferramenta que ainda é bastante utilizada nesta cidade e também por Ronda Alta contar com uma rádio comunitária, que tem dentro de suas funções a incumbência de prestar serviço à comunidade na qual está inserida.

Principal

Carla Agostini

agostini.carla@gmail.com

A prática foi aplicada em

Ronda Alta

Rio Grande do Sul

Sul

Instituição

Área Urbana e Rural do Município, através dos ouvintes da Rádio Comunitária Navegantes.

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Carla Agostini

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar de escolares com necessidades especiais
Paraíba
Práticas
A educação permanente dos profissionais de enfermagem como estratégia no enfrentamento à dengue
Paraíba
Práticas
Oficina de atualizacao dos cadastros para melhoria da cobertura vacinal em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
Educação em gênero no SUS e a proteção integral à mulher em situação de violência na atenção primária
Paraíba
Práticas
Era uma vez, apresentando uma história de cuidado e amor – a importância da educação vacinal desde o berço
Paraíba
Práticas
Estratégia de comunicação pública voltada à saúde no ambiente digital em Campina Grande
Paraíba