Olá,

Visitante

“Contação de Histórias- Era uma Vez…”

Utilizar a contação de histórias como atividade a ser realizada entre os idosos e seus familiares, num contexto de valorização da história de vida do idoso e sua resiliência nos processos de superação das dificuldades cotidianas. A atividade visa através do contato intergeracional, ampliar a capacidade de estimulação mútua de cuidados. O idoso com suas histórias serve de exemplo de vitalidade e confirma a capacidade que cada um de nós possui para vivenciar situações adversas da vida, passando pelo sofrimento com superação e fortalecimento. Este projeto estava iniciando num centro de convivência de idosos em parceria com o Centro de Atenção Psicossocial. Iriamos ainda somar as atividades a um Centro de Convivência infanto-juvenil que seria inaugurado na semana que iniciou o isolamento social pela pandemia. A motivação com esta atividade surgiu principalmente ao perceber o grande índice de adoecimento psíquico como também das tentativas e / ou suicídios evidenciados na população jovem e de meia-idade. Isto, comparado a capacidade de superação dos problemas evidenciados nas histórias de vida contadas pelos idosos, leva a reflexão sobre sobre o fato de que o contato intergeracional sempre muito recomendado a favor da saúde do idosos, surge como um importante recurso a favor da saúde também das gerações mais novas. O idoso sendo valorizado em sua trajetória de vida e seu exemplo servindo de motivação e fortalecimento dos adolescentes e demais familiares.

A problematização surge à partir da percepção da baixa valorização do potencial e capacidade de resiliência dos idosos principalmente por parte de seus familiares, aliada a evidências de fragilidade da população mais jovem para lidar com o sofrimento advindo de questões cotidianas e suas dificuldades de superação

Reaplicação da prática através de iniciativas espontâneas , como também aplicação em espaços de promoção a saúde do idoso e saúde da população em geral.

Principal

Marise Gama Corrêa Lutterbach

marisegcl@gmail.com

A prática foi aplicada em

RJ

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Cantagalo

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Marise Gama Corrêa Lutterbach

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Promoção de Saúde dos Caminhoneiros e Caminhoneiras no Ponto de Parada e Descanso do Município do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Projeto Peso Saudável
Tocantins
Práticas
Formação em Diabetes para Profissionais da Educação de Blumenau/Sc
Rio Grande do Sul
Práticas
Oficina com Mulheres: Desenvolvimento de Ações de Cuidado Voltados ao Hiv/ Aids
Rio Grande do Sul
Práticas
Benefícios da Implementação de Assistência Médica 24 Horas em uma Cidade do Interior Paraibano
Paraíba
Práticas
Projeto Resgatando Sorrisos
Paraíba
Práticas
Acolhimento Como Ferramenta de Escuta e Mobilização no Grupo de Mães do Tea no Município de Sumé
Paraíba
Práticas
Programa de Atendimento Fisioterapêutico Domiciliar em Pacientes Crônicos Restrito ao Leito em Locais de Difícil Acesso
Rio de Janeiro
Práticas
Agenda Jovem Aprendiz
Minas Gerais
Práticas
Hiperdia em Ação nas Comunidades: Estratégias para Melhorar a Qualidade de Vida dos Cidadãos Coqueirenses.