Olá,

Visitante

“Contação de Histórias- Era uma Vez…”

Utilizar a contação de histórias como atividade a ser realizada entre os idosos e seus familiares, num contexto de valorização da história de vida do idoso e sua resiliência nos processos de superação das dificuldades cotidianas. A atividade visa através do contato intergeracional, ampliar a capacidade de estimulação mútua de cuidados. O idoso com suas histórias serve de exemplo de vitalidade e confirma a capacidade que cada um de nós possui para vivenciar situações adversas da vida, passando pelo sofrimento com superação e fortalecimento. Este projeto estava iniciando num centro de convivência de idosos em parceria com o Centro de Atenção Psicossocial. Iriamos ainda somar as atividades a um Centro de Convivência infanto-juvenil que seria inaugurado na semana que iniciou o isolamento social pela pandemia. A motivação com esta atividade surgiu principalmente ao perceber o grande índice de adoecimento psíquico como também das tentativas e / ou suicídios evidenciados na população jovem e de meia-idade. Isto, comparado a capacidade de superação dos problemas evidenciados nas histórias de vida contadas pelos idosos, leva a reflexão sobre sobre o fato de que o contato intergeracional sempre muito recomendado a favor da saúde do idosos, surge como um importante recurso a favor da saúde também das gerações mais novas. O idoso sendo valorizado em sua trajetória de vida e seu exemplo servindo de motivação e fortalecimento dos adolescentes e demais familiares.

A problematização surge à partir da percepção da baixa valorização do potencial e capacidade de resiliência dos idosos principalmente por parte de seus familiares, aliada a evidências de fragilidade da população mais jovem para lidar com o sofrimento advindo de questões cotidianas e suas dificuldades de superação

Reaplicação da prática através de iniciativas espontâneas , como também aplicação em espaços de promoção a saúde do idoso e saúde da população em geral.

Principal

Marise Gama Corrêa Lutterbach

marisegcl@gmail.com

A prática foi aplicada em

RJ

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Cantagalo

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Marise Gama Corrêa Lutterbach

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba