Olá,

Visitante

Capacita Visa (Educa Visa)

INTRODUÇÃO: Fiscalizar é uma experiência tensa. É evidente o estresse contido na relação da Vigilância Sanitária (VISA) com a população, principalmente com o setor regulado. O cidadão, de maneira geral, busca a VISA para reclamar ou cumprir alguma exigência legal. O regulado não se sente bem ao ser fiscalizado, sente-se intimidado, desconfortável com a presença do poder público, teme estar irregular e sofrer sansão. O desconforto pode se manifestar como submissão ou aversão, momento em que os fiscais são repelidos ou afrontados. Com o tempo, a medida que se constrói vínculo, o relacionamento VISA – População é aprimorado. Desde que haja um esforço para tal. A Educação em Saúde é um caminho saudável para construção e manutenção do vínculo. O momento de educação é oportuno, principalmente os momentos individuais e em pequenos grupos, onde o contato é mais estreito e permite maior conexão, maior confiança. (Claro que os programas devem ter a construção de vinculo e a redução das tensões como princípio, valor). Os funcionários da VISA – Anchieta são todos efetivos. E mais da metade pós-graduados em Atenção Primária a Saúde e em Vigilância Sanitária. Existe alinhamento, o que favorece a proposição e realização de projetos de intervenção, agilizando as mudanças. Funciona como um laboratório e suas práticas são revistas e atualizadas com agilidade.A VISA – Anchieta consegue resultados importantes no que se refere a mudança de hábitos dos cidadãos e regulados, mesmo não tendo um arcabouço legal suficiente, pois o Município não possui um Código Sanitário, o que torna as ações punitivas dependentes do envolvimento do Departamento de Obras e Posturas.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS:O esforço educativo teve início com o projeto CapacitaVISA para a construção de uma cultura de cuidado (autocuidado e cuidado comunitário), promoção de boas práticas e desconstrução de culturas de risco sanitário. Ramificações do projeto original foram sendo exigidas em função das demandas e obstáculos encontrados no caminho. Segue relação dos projetos ativos ou já executados:CapacitaVISA Merendeiras Ação conjunta com a Secretaria de Educação e Merenda Escolar.CapacitaVISA AmbulantesNo início os ambulantes eram reunidos em auditório e capacitados em boas práticas de manipulação de alimentos, com alguma indicação especial para o trabalho do ambulante. As capacitações eram longas e ainda não tinham uma articulação mais estreita com o departamento de Obras e Posturas, que efetivamente licencia.Hoje, as capacitações são enxutas e condição para a obtenção da licença de atuação. Algumas são realizadas em auditórios, outras na própria sede da VISA, para pequenos grupos, trios, duplas ou um indivíduo. CapacitaVISA IndividualDeterminação de construir uma cultura de cuidado sanitário e desarticulação de culturas de danos nem que para isso precisemos educar um a um. Iniciada para ambulantes e depois aplicada também aos demais m

Construir cultura de cuidado sanitário e desarticular culturas de dano (risco) instaladas na comunidade.

Mesmo não possuindo um arcabouço legal municipal que ampare as ações de Vigilância Sanitária, pois o município não possui Código Sanitário, A VISA – Anchieta conseguiu ao longo dos anos, melhorias significativas relativas as boas práticas. A VISA – Anchieta não conta com uma legislação que lhe permita multar e fechar um estabelecimento irregular. Quando a situação é crítica, a VISA é obrigada a recorrer ao Departamento de Obras e Posturas, que possui amparo legal. Para compensar a limitação legal os Agentes vem desenvolvendo ao longo dos anos estratégias para manter a segurança sanitária no município. Foi possível construir uma estrutura e logística que permitisse a melhoria constante das práticas do município. Nota-se a consolidação de uma cultura de cuidado percebida pelos agentes, pelos regulados, pela população e por municípios vizinhos.A VISA – Anchieta construiu com seus funcionários um caminho para obter resultados sem uma base legal adequada. Com a aprovação do Código Sanitário, a VISA – Anchieta estará munida de recursos para avançar para novo patamar de cuidado e ainda maior efetividade.Os créditos dessas experiências são do conjunto de todos os Agentes – VISA. Embora o limite de autores seja limitado em cinco, não posso deixar de citar os demais colegas que também contribuíram com seus projetos:Diogo Machado da SilvaJosiane dos SantosLázaro Augusto Sant’ana AntunesJuliana Meriguete Souza

Principal

Tauler Cançado, Damiane Siloti Pereira Cardoso, Giovana Santos da Silva, Roseane Marvila Ferreira, Viviane Nogueira Simões E Lázio Vivel Ceolin Rovetta.

tauller@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Anchieta

Espírito Santo

Sudeste

Instituição

RUA PEDRO BISSA, S/nº - IRIRI

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Tauler Cançado, Damiane Siloti Pereira Cardoso, Giovana Santos da Silva, Roseane Marvila Ferreira, Viviane Nogueira Simões e Lázio Vivel Ceolin Rovetta.

Conta vinculada

claudia.oliveira@fiocruz.br

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Praticas Exitosas no Grupo de Emagrecimento.
Minas Gerais
Práticas
de Bem com a Vida”: Experiência do Grupo de Manejo da Ansiedade da Uaps Jardim Paraíso no Município de Patos de Minas
Pará
Práticas
Artesanato Como Prática de Promoção em Saúde Mental.
Rio de Janeiro
Práticas
Utilização do Lúdico Como Estratégia de Favorecimento do Atendimento e Vínculo com o Paciente odontopediátrico na Estratégia de Saúde da Família.
Espírito Santo
Práticas
Escola de Postura: Prevenção da Lombalgia, Através da Motivação da Prática Corporal, Contribuindo para a Melhoria da Qualidade de Vida dos Usuários de Irecê, Bahia.
Bahia
Práticas
Oficina de Culinária Kids: uma Ferramenta para Despertar a Alimentação Saudável das Crianças do Programa Saúde na Escola.
Bahia
Práticas
Isaba Kiambote [Bem Vinda a Folha]
Rio de Janeiro
Práticas
Ultrapassando Barreiras: o Acesso a Saúde no Sistema Prisional.
Santa Catarina
Práticas
Consultório na Rua e a Potência do Cuidado no Território: Produção de Afetos e Encontros
Alagoas
Práticas
Clube da Papinha: uma Estratégia de Adequação Nutricional e Promoção da Alimentação Complementar Saudável no Município de Timbaúba-Pe.
Paraíba