Olá,

Visitante

Autonomia reprodutiva: empoderamento de mulheres em vulnerabilidade através da inserção do DIU

O município de Queimadas está situado na região semiárida do Estado da Paraíba, distante 134 quilômetros da capital, João Pessoa – PB. Possui aproximadamente 47.600 habitantes (IBGE/2022), sendo a 12ª cidade da Paraíba em números de habitantes. Dispõe de uma rede de saúde com 18 Unidades de Saúde da Família e 15 Unidades Âncoras – que visam facilitar o acesso da população aos serviços de saúde.
Considerando isto, foi criado o Projeto Autonomia Reprodutiva, que tem como objetivo principal acolher mulheres em situação de vulnerabilidade social e/ou baixa renda, proporcionando autonomia reprodutiva a este público através da inserção do Dispositivo Intrauterino, além da capacitação das mesmas sobre o método contraceptivo. Com isto, é possível empoderar as mulheres do município através da inserção do Dispositivo Intrauterino e diminuir o número de gravidezes indesejadas em mulheres em situação de vulnerabilidade social

O município, que oferta a inserção dispositivos Intrauterinos desde o ano de 2021, além de favorecer a população de modo geral, passou a realizar uma busca ativa com as mulheres em situação de vulnerabilidade social.
Foram inseridas no Projeto 37 mulheres entre 18 e 35 anos, cadastradas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).
As mulheres selecionadas passam por consulta de enfermagem na Unidade de Saúde da Família, onde são priorizadas aquelas com impedimentos ou dificuldades no uso de anticoncepcionais hormonais. Posteriormente são orientadas pelo profissional de saúde sobre os benefícios do método contraceptivo, além da facilidade de retirada do dispositivo, permitindo-lhes decidir quando (ou se) desejam ter filhos.

Em contextos de vulnerabilidade social o risco de gravidez indesejada pode ser ainda maior. O DIU oferece uma forma confiável de prevenção da gravidez, proporcionando às mulheres mais autonomia e controle sobre suas vidas.
Com a execução do Projeto foi possível perceber a diminuição no uso de métodos contraceptivos hormonais, a partir dos dados fornecidos pelo sistema da Farmácia Básica Municipal e relatos feitos pelas mulheres acolhidas.
Além dos benefícios já mencionados anteriormente na saúde sexual e reprodutiva da mulher, é importante ressaltar a diminuição de gastos a longo prazo considerando que, apesar do maior custo em relação a outros métodos contraceptivos, o DIU de cobre possui duração média de 10 anos, diminuindo assim despesas com medicações de uso diário, semanal ou mensal.

O DIU desempenha um papel crucial na promoção da saúde e do bem-estar das mulheres de baixa renda, oferecendo uma opção contraceptiva eficaz, acessível e de longo prazo que promove a autonomia reprodutiva e ajuda a reduzir as desigualdades de saúde. Garantir o acesso equitativo ao DIU é essencial para promover a saúde e os direitos reprodutivos das mulheres, independentemente de sua condição socioeconômica.
Portanto, é crucial que políticas e programas garantam que todas as mulheres tenham acesso a diferentes métodos contraceptivos, recebendo o apoio necessário para tomar decisões informadas sobre sua saúde sexual e reprodutiva.

Principal

Emanuely de Farias Albuquerque

emanuelyalbpmq@gmail.com

Coordenadora E-multi

Coautores

Emanuely de Farias Albuquerque, Camilla Sandrianny Pereira Barbosa, Andressa Carolina Sousa de Araújo Góes, Sheila Aparecida Lourenço

A prática foi aplicada em

Queimadas

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Rua Sebastião Lucena, 65 - Centro

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Emanuely de Farias Albuquerque

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

15 abr 2024

e atualizada em

15 abr 2024

Condição da prática

Andamento

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba