Olá,

Visitante

Ambulatório de Transexualização do Município de Niterói – des afios A Serem Vencidos

Fruto dos incentivos da Prefeitura Municipal de Niterói, da Fundacão Municipal de Saúde de Niterói, do Departamento de Supervisão Tecnicometodológica (DESUM) da FMSN, da Coordenação de Atenção à Saúde Integral da População LGBTI (Lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e intersexo) alocada no DESUM, demais coordenações de programas e fruto também de parcerias valiosas interinstitucionais, da sociedade civil organizada, dos movimentos sociais e do Conselho Municipal LGBTI, o Ambulatório de Transexualização JOÃo W. NERY da Fundação Municipal de Saúde de Niterói, iniciou atendimento em novembro de 2018, segundo normativa da port.2803/2013 que preconiza atendimento qualificado à saúde da população de Transexuais e Travestis sendo o primeiro ambulatório de transexualização entre os municípios do estado do Rio de Janeiro onde prestamos acompanhamento a essa população por dois anos no pré cirúrgico e dois anos no pós cirúrgicos.

1. Prestação de serviço de assistência integral a saúde da população LGBTI do município de Niterói 2. Capacitar e sensibilizar as unidades de saúde do município de Niterói para que acolham esta população 3. Facilitar a acessibilidade desta população o horário de funcionamento é, a princípio, às quartas-feiras, das 8 horas e 30 minutos às 13 horas e os atendimentos são realizados, ou por demanda espontânea, ou através de encaminhamentos realizados pela própria rede. Os atendimentos são realizados por equipe interdisciplinar composta por um médico endocrinologista, um psicólogo e um assistente social, além de acompanhamento de hormonioterapia. É realizado ainda um acompanhamento, por dois anos, tanto no pré quanto no pós operatório, seguindo protocolos específicos normatizados pelo Ministério da Saúde (MS) e o público alvo são travestis e trans que desejam submeter-se ao processo de redesignação com idade mínima de 18 anos.

Desde o início do atendimento ambulatorial em dezembro de 2018 , prestamos assistência a aproximadamente 100 (cem) usuários visto que as consultas e orientações são realizados uma vez por semana e contamos ainda com os pacientes que são reagendados. Além dos atendimentos de rotina recebemos também , para orientação, pacientes menores de 18 anos pois aos mesmos somente este procedimento pode ser oferecido neste ambulatório. em função da variada gama de questionamentos a nós infligidos vimos a necessidade de nos capacitarmos extra-muros e então buscarmos junto ao Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDES) subsídios para aprimoramento de nossa prestação de serviços.Considerando que nossa proposta inicial de prestarmos um atendimento qualificado a essa população, historicamente alijada de seus direitos assim como socialmente vulnerável, e ao evoluirmos numa assistência maior que culmina com a assistência ambulatorial a população trans, concluimos ser relevante as ações intersetorais e as parcerias com os movimentos sociais para que em futuro próximo tenhamos uma rede de saúde e outras, prestando serviço mais humanizado e qualificado à população LGBTI.

Principal

Vera Lucia De Oliveira

veraoliveirafmsn@gmail.com

Coautores

Diana Luiz, Daniel Costa, Luiz Carlos Felício Carvalho

A prática foi aplicada em

Niterói

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

R. Visc. De Sepetiba, 987 - Centro, Niterói - Rj, 24020-220

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Maria Célia Valladares Vasconcellos

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal