Olá,

Visitante

A Qualificação da Atenção de Pré-Natal no Município de Buritis/RO: Ampliando e Qualificando as Ações de Vigilância e Tratamento da Sífilis

A Sífilis é considerada uma doença venérea grave, tornando-se um grande desafio para a saúde pública no que concerne ao diagnóstico e tratamento, especialmente, nas gestantes e seus parceiros. A sífilis não tratada ou inadequadamente tratada nas gestantes pode ocasionar abortamentos, prematuridade e natimortalidade. De acordo com o preconizado pelo MS (Ministério da Saúde), por meio das Portarias MS/GM nº 2.012 e 3.161, o exame de VDRL ou Teste Rápido (TR) para diagnóstico deve ser realizado no início da assistência pré-natal e repetido no terceiro trimestre e no momento da admissão para o parto. A iniciativa relatada justifica-se pela realidade diagnosticada no Município de Buritis (RO) através da avaliação da série histórica do indicador de testes de sífilis em gestantes e levantamento realizado junto ao setor de Epidemiologia, sendo a baixa aplicabilidade na cobertura dos exames de sífilis nas gestantes, bem como o tratamento tardio ou inadequado os principais problemas detectados

• Qualificar a atenção de pré-natal, incorporando a vigilância e o tratamento da sífilis conforme normas do Sistema Único de Saúde (SUS) • Melhorar o processo de trabalho intersetorial • Ampliar a cobertura do diagnóstico e tratamento de sífilis A qualificação da atenção às gestantes em relação à prevenção e tratamento da sífilis incluiu a análise situacional do problema, a elaboração de um projeto aplicativo e a implementação. Foram desenvolvidas as seguintes ações: análise da série histórica do indicador de testes de sífilis em gestantes, identificação dos principais problemas relacionados à sífilis que necessitavam de intervenção imediata, identificação dos atores sociais envolvidos na problemática identificada, identificação dos nós críticos e por fim construção e posterior implantação de um Projeto Aplicativo baseado nos principais problemas enfrentados no que concerne à baixa aplicabilidade dos exames de sífilis em gestantes, tratamento inadequado e alto índice de casos.

Os principais resultados alcançados após a implantação do projeto foram: o cumprimento das portarias do MS/GM n° 2.012 e 3.161, disponibilização da medicação em todas as UBS (Unidade Básica de Saúde), do município assegurando a administração da medicação nas gestantes com sífilis, definição do processo de trabalho entre atenção básica e vigilância epidemiológica, priorização da coleta e realização dos exames de sífilis para gestantes, normatização das informações epidemiológicas, notificação e investigação, com seguimento clínico-laboratorial e encerramento dos casos de sífilis adquirida, sífilis em gestantes e sífilis congênita pelos profissionais da Rede de Atenção à Saúde e diminuição do número de casos de sífilis congênita.Através das ações desenvolvidas e dos objetivos traçados e alcançados o propósito do Projeto Aplicativo que visava qualificar e melhorar a atenção pré-natal no município de Buritis – RO, ampliando as ações voltadas para diagnóstico precoce, tratamento oportuno e qualificação das ações puderam ser alcançados. Ocasionando um processo de trabalho bem definido entre as equipes de atenção básica e vigilância epidemiológica, diminuindo assim os índices de sífilis congênita.

Principal

Fernando Da Silva Pinto

fernandopinto1004@hotmail.com

Coautores

Cacilda Lima De Sousa Guia, Gilmarina Silva Araújo, Luana Andrielli Massucato Dos Santos, Mônica Cristiane Anastassioy Alves, Soelen Thais Dos Santos Frez

A prática foi aplicada em

Buritis

Rondônia

Norte

Instituição

Rua Buritis, Nº 2390, Bairro: Setor 03, Buritis – Ro, Cep: 76.880-000

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Altina De Moraes Martins

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

27 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal