Olá,

Visitante

A Construção de Um Sistema de Informação para o Planejamento em Saúde

As demandas em saúde por parte da população são cada vez maiores, tanto devido ao envelhecimento das pessoas quanto às maiores exigências por qualidade dos serviços. Em um universo de recursos finitos, o planejamento se mostra como estratégia fundamental para a prestação de bons serviços com gastos compatíveis, propiciando o equilíbrio entre investimentos financeiros, horas-trabalho dos profissionais e melhoria dos indicadores/qualidade de vida da população. Para que isso ocorra, a captação e gestão adequada das informações são imprescindíveis. Tradicionalmente, as situações finalísticas (resultados) são expressas parcialmente por meio dos indicadores de saúde, captados sistematicamente pelos vários sistemas de informação do SUS. Contudo os dados relativos aos processos são normalmente captados/armazenados de maneira incipiente, de modo que se torna difícil monitorar ou avaliar os mesmos. Neste sentido, a Gerência de Planos, Metas e Políticas de Saúde (GEPLAN) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Florianópolis desenvolveu o Sistema de Monitoramento e Avaliação do Planejamento, ou PDCASaúde, como é conhecido. O nome (PDCASaúde) é uma referência ao ciclo de planejamento: (Planejar), (Executar), (checar) qual as ações planejadas, ao final da execução, são avaliadas para que sirvam de subsídio a um novo momento de planejamento. O PDCASaúde foi desenvolvido como forma de possibilitar todas as unidades de trabalho (UBS, CAPS, UPA, Policlínicas, Distritos Sanitários, Gerências e Diretorias) da SMS a realizarem o monitoramento das ações planejadas anualmente (através da Programação Anual de Saúde). O uso do sistema tem possibilitado aos trabalhadores acompanhar a execução das ações planejadas por eles mesmos e realizar adaptações a partir das dificuldades encontradas, garantindo uma reflexão contínua do processo de trabalho e o protagonismo destes profissionais. Desde sua implantação até o presente momento (julho a novembro), mais de 80% das unidades de trabalho tem feito uso regular do sistema, o que demonstra a boa aceitação pelos trabalhadores da SMS. Ainda, várias têm sido as modificações nas ações planejadas, realizadas pelos próprios trabalhadores dentro do sistema, demonstrando que os resultados dessa reflexão tem se efetivado no planejamento das unidades de trabalho. Essa análise crítica é fundamental para a melhoria contínua dos serviços prestados e, ao ser executada pelos trabalhadores das unidades, traz a possibilidade de considerar diretamente as especificidades dos territórios e processos de trabalho. Entendemos que o PDCASaúde é um importante passo nesta construção, fornecendo informações úteis à gestão dos serviços de saúde.

As demandas em saúde por parte da população são cada vez maiores, tanto devido ao envelhecimento das pessoas quanto às maiores exigências por qualidade dos serviços. Em um universo de recursos finitos, o planejamento se mostra como estratégia fundamental para a prestação de bons serviços com gastos compatíveis, propiciando o equilíbrio entre investimentos financeiros, horas-trabalho dos profissionais e melhoria dos indicadores/qualidade de vida da população.Contudo, não basta que as unidades de trabalho/equipes de saúde realizam um planejamento linear, onde as ações são pensadas uma vez para posteriormente serem executadas, sem uma avaliação a posteriori.Assim, a construção de um sistema de informação simples, baseado no ciclo PDCA (sigla em inglês para Planejar, Executar, Avaliar e Ajustar) se mostra como importante ferramenta para que o planejamento e a execução das ações pelos profissionais de saúde sejam indissociados e contínuos.

Principal

Edenice Reis da Silveira

A prática foi aplicada em

Florianópolis

Santa Catarina

Sul

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Edenice Reis da Silveira

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar de escolares com necessidades especiais
Paraíba
Práticas
A educação permanente dos profissionais de enfermagem como estratégia no enfrentamento à dengue
Paraíba
Práticas
Oficina de atualizacao dos cadastros para melhoria da cobertura vacinal em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
Educação em gênero no SUS e a proteção integral à mulher em situação de violência na atenção primária
Paraíba
Práticas
Era uma vez, apresentando uma história de cuidado e amor – a importância da educação vacinal desde o berço
Paraíba
Práticas
Estratégia de comunicação pública voltada à saúde no ambiente digital em Campina Grande
Paraíba