Olá,

Visitante

A Construção da Informação como Ferramenta de Articulação e Integração da Rede de Atenção À Saúde

A presente experiência traz uma proposta de intervenção inovadora e relevante para o enfrentamento do macroproblema: “desarticulação da rede de atenção à saúde” no município de Angra dos Reis. em nossa experiência no SUS, nos deparamos com a fragmentação dos serviços, o que gera fragilidade na comunicação, falta de conhecimento pelos profissionais dos fluxos e protocolos existentes e a consequente dificuldade na regulação do acesso. Com o constante desenvolvimento tecnológico, a informação se apresenta como diferencial para uma melhor integração e a facilitação do acesso aos serviços ofertados. Assim, o projeto propõe o envolvimento de diversos atores dos diferentes níveis de atenção na “cocriação” das informações de interesse da saúde que serão disseminadas aos profissionais da rede municipal por meio do aplicativo selig@rede, desenvolvido pelos autores do projeto.

Favorecer a articulação e integração da Rede de Atenção à Saúde Elaborar as informações assistenciais e de acesso aos serviços, a partir da criação de um GT em regulação em saúde divulgar as informações padronizadas pelo GT aos profissionais da rede o projeto foi desenvolvido utilizando o método de Planejamento Estratégico Situacional (PES). Na etapa de construção da árvore explicativa para o macroproblema “desarticulação da rede de atenção à saúde”, foi evidenciado o nó crítico “Falta de Espaços formais de discussão em regulação e incipiência de padrão de informações” e elaborado um plano de ação para se enfrentamento. como principais ações de intervenção, planejamos a criação de um GT em Regulação em Saúde voltado à aproximação dos diferentes atores que compõem a rede de saúde, no sentido de produzir informações relevantes e necessárias para a regulação do acesso, tomando como ponto de partida a realidade local e as diferentes experiências e demandas trazidas pelos participantes.

Criação do GT de Regulação em Saúde, propiciando a promoção de espaços de diálogo com os diferentes departamentos da SMS Levantamento e discussão de fluxos e protocolos existentes na rede Pesquisa, junto aos profissionais da rede, para a definição das linhas de cuidados prioritárias para organização dos processos de trabalho e ampliação do acesso, pela ótica do profissional criação do aplicativo selig@rede, ferramenta que será utilizada na divulgação das informações aos profissionais da rede de saúde.A construção do projeto contribuiu para a ampliação da capacidade de planejamento do grupo, com visão estratégica e análise de contexto. as ações propostas visam transformar a realidade vivenciada pelos profissionais, contribuindo para a aproximação dos diferentes setores e atores na consolidação de um sistema de saúde “sem muros”. A incorporação tecnologias na saúde busca articular a gestão do sistema em direção à facilitação do acesso e à produção do cuidado centrado na necessidade do usuário.

Principal

Luciana Rossinol Silva

lurossinol@yahoo.com.br

Coautores

Maria Claudia Nicolau Capaz, Maria Do Carmo Gomes Dos Santos, Mirian Estela Do Couto Mouzinho, Silvia Isabel Pimenta Rosa Rodrigues, Mayara Athanazio Diogo

A prática foi aplicada em

Angra dos Reis

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Rua Luiz Elias Miguel, 224 Apto 301

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Renan Vinicius Santos De Oliveira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal