Olá,

Visitante

Vacina em Dia Samas – Proteção aos Sãomateuenses

Categoria não especificada

O projeto vacina em Dia SAMAS tem o objetivo de melhorar as coberturas vacinais do município, oportunizando a população sãomateuense ao acesso a vacinação. Para isso uma das propostas foi de abrir o Centro de Saúde nos segundos sábados de cada mês das 8h às 16h, para atualização da carteirinha de vacinação de crianças, adolescentes e adultos. Proteger a população sãomateuense de doenças imunopreveníveis e melhorar as coberturas vacinais no pós pandemia. Demos início em março de 2022 e o projeto teve grande adesão da população sãomateuense e devidos os bons resultados alcançados estamos dando continuidade em 2023. O projeto consiste em oportunizar as crianças e suas famílias em horários alternativos para vacinação principalmente no sábado e para ajudar na ação e melhorar o cenário atual de baixa adesão a vacinação e baixa cobertura vacinal realizados no município com apoio dos gestores e trabalhadores de saúde, o Projeto “Vacina em Dia SAMAS” o qual também leva informação clara, e a diferentes públicos sobre a importância e efetividade de todas as vacinas disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde no Calendário Nacional de Vacinação. Para isso foram realizadas educação continuada com apoio da 6ª regional de saúde aos profissionais de saúde (agente comunitários de saúde, enfermeiros, técnicos de enfermagem e vacinadores). Dessa forma, pretendeu-se motivar a população sãomateuense a se vacinar e manter a vacinação de rotina em dia, tomando todas as doses necessárias das vacinas contra Covid-19 e influenza, de modo a protegerem a si mesmas e aos outros. O Projeto ¨Vacina e dia SAMAS¨ veio de encontro a ¨Campanha Vacina Mais¨ que pretendia motivar a população do país a se vacinar mais, nesse momento aderimos a Campanha e oportunizamos as crianças, adolescentes, adultos e idosos que precisavam atualizar seus esquemas vacinais com vacinas de rotina, covid -19 e gripe não só na área central do município mas começamos a descentralizar as equipes para vacinação para outras Unidades de Saúde. Todos os profissionais de saúde do município estão orientados quanto à importância da melhoria das coberturas vacinais e vem realizando ações para atingir o objetivo. O projeto Vacina em Dia SAMAS está sendo veiculado nas mídias locais e conta com o apoio das Secretarias Municipais de Saúde, Educação e Assistência Social para divulgação dos posts que possuem imagens de crianças e pessoas para sensibilizar pais e responsáveis sobre a importância da imunização e frisamos que as pessoas só precisam comparecer nas Unidades de Saúde e levar a carteirinha de vacinação, o CPF ou CNS pois imunizar é exercer seu direito à saúde e à vida. Também pra chamar atenção das crianças contamos com apoio de voluntários do Rotary Club São Mateus, Contadores de Histórias, pessoas que fazem pinturas faciais e estagiários dos cursos técnicos de enfermagem e biomedicina que auxiliam nas salas de esperas, recreações com as crianças, organizações com as filas, senhas e orientações sobre os esquemas vacinais.

Assim como em todo o território nacional as coberturas vacinais no município de São Mateus do Sul tiveram uma queda significativa e com a pandemia isso ficou bastante evidente, e a população ficou voltada para a vacina contra Covid 19 e deixou as vacinas de rotina para um segundo momento enquanto vigilância em saúde começamos a notificar suspeitas de meningite, sarampo, tétano acidental e paralisia flácida. No pós pandemia as pessoas tinham medo de sair e adentar em Unidades de Saúde e as coberturas vacinais continuavam caindo. Dessa forma a equipe da Vigilância em Saúde e Atenção Primária a Saúde uniram-se para promover uma ampla campanha de incentivo à vacinação pois essa é uma das intervenções de saúde pública mais eficaz e que salvam vidas afim de conscientizar a população sobre a importância de aumentar a cobertura vacinal. Observamos que a falta de percepção do risco das doenças tem contribuído para o número de crianças não vacinadas e que essa baixa adesão na vacinação infantil, acarretou uma diminuição de coberturas desde 2016,aumentando o risco de volta de doenças graves já erradicadas. Começamos a trabalhar com as Agentes Comunitárias de Saúde ,as Equipes de Saúde da Família e Atenção Primária no pós pandemia e retorna as atividades escolares a fim de divulgar doenças imunopreveníveis e a importância da vacinação como forma de prevenção utilizando o exemplo da Covid -19.

Oportunizar a vacinação no segundo sábado de cada mês e trabalhar como Campanhas de Vacinação para Atualização da Carteirinha de Vacinação para crianças, adolescentes e adultos e oferecer a vacina Contra a Covid-19 para todos que compareciam na unidade de saúde foi uma das estratégias que apresentou melhor resultado. Começamos a divulgar nas redes sociais e nas rádios locais e a adesão foi cada vez melhor. O segundo sábado de cada mês tornou-se programa de família pois as mesmas já se organizavam para virem até o centro de município para realizarem atividades no comércio local e aproveitavam passar na Unidade de Saúde para vacinarem seus filhos, dessa forma começamos a trabalhar com uma equipe de acolhimento a qual abordava a família referente ao esquema vacinal contra a Covid 19 e oportunizávamos os membros para atualização e já realizávamos o aprazamento das próximas doses para os sábados seguintes o que nos trouxe melhor adesão a vacinação da população. Também percebemos que muitos perdem seus cartões vacinais e por isso não retornam para darem continuidade aos esquemas vacinais dessa forma disponibilizamos uma equipe para fazer a segunda via da carteirinha de vacinação e busca no sistema de informação municipal e no SIPNI – Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização e ao mesmo tempo já oportunizar a administração da vacina faltante. Esse ano 2023 demos continuidade ao Projeto com cronograma fixo no Centro de Saúde e estamos levando o projeto para as ESFs- Estratégias de Saúde da Família nos bairros com horário estendido e em sábados alternados pois dessa forma as famílias dos bairros pegam seus filhos nos Centros Municipais de Educação Infantil – Cmeis e nas escolas e já passam na unidades de saúde para atualizarem as carteirinhas de vacina e aos poucos os sábado estão sendo implementos em mais Unidades de Saúde.

Dessa forma a interação da Vigilância em Saúde e Atenção Básica foi de grande relevância, pois trouxemos a discussões para as reuniões entre as equipes e com base nos resultados da pesquisa ImunizaSus conseguimos ver as fragilidades de cada unidade de saúde referente as salas de vacinas e acesso a população. E assim traçar metas e criar estratégias de adesão a vacinação como ir até as escolas locais para avaliação de carteirinhas de vacinas, verificar situação vacinal nas avaliações nutricionais e consultas médicas e de enfermagem e assim dividir tarefas para que em um futuro próximos consigamos atingir 95% das coberturas vacinais e o mais importe é vermos nossa população saudável e sem doenças e sequelas por doenças imunopreveníveis. Sabemos que ainda temos muitos obstáculos e fragilidade como o da hesitação vacinal que é o atraso em aceitar ou recusa às vacinas recomendadas, que ocorreu mundialmente, e que vem se tornando cada vez mais presente no Brasil e no município. Que o impacto da pandemia da Covid-19 trouxe o enfraquecimento dos programas de imunização pois afetou muito a aplicação das vacinas de rotina e trouxe a veiculação de notícias falsas sobre os imunizantes o que fez cair a procura pelas vacinas de rotina. Precisamos falar mais de vacinas e relembrar a população as consequências das doenças imunopreveníveis para que os pais e ou responsáveis não deixem de vacinar seus filhos. Acreditar e confiar no trabalho de nossas equipes de saúde, dando o apoio necessário com fortalecimento das equipes teremos êxito nas ações de vacinação.

Principal

Vanessa Santos Andrade Hancz

Coautores

Ilda Sokolowski, Daiane Metka Ribeiro

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba
Práticas
Estratégias de imunização em município do interior da Paraíba resulta em 1º lugar no estado durante campanha de influenza 2024 : relato de experiência
Paraíba
Práticas
Mindfulness, uma estratégia para redução da ansiedade e manejo de peso
Rio Grande do Sul
Práticas
Teste: verificando o recurso de emissão de certificados
Todos os Estados (Sudeste)
Práticas
A importância do trabalho em rede para a efetivação da reinserção social aos dependentes químicos enquanto sujeitos de direitos: observações acerca do eixo reinserção social no Centro de Acolhimento e Atenção Integral Sobre Drogas do município de Cachoeiro de Itapemirim (ES)
Espírito Santo