Olá,

Visitante

Unidos no combate ao Aedes

A Atenção Primária e Vigilância em Saúde realizaram uma parceria com o Programa Barriga cheia, Projeto Lixo e Cidadania, realizado pela Associação dos Agricultores Familiares de Guapé (AAFAG). Início em Novembro de 2018, com o objetivo de eliminar os focos do Aedes através da Troca de Lixo Reciclável por Vales para Aquisição de Alimentos do Armazém Municipal, provenientes da Horta Municipal, na qual trabalham pessoas com dificuldades de inserção no mercado de trabalho. Compra de produtos oriundos da agricultora familiar.
As Equipes de Saúde da Família, através das visitas dos ACSs, realizam a divulgação do Cronograma de Recolhimento do Lixo, orientam sobre a troca por alimentos, também orientam sobre a epidemiologia das Arboviroses, os riscos, as medidas preventivas, ressaltando a importância da destinação correta do lixo reciclável e armazenamento adequado do mesmo. Foi confeccionado panfleto para Realização dessa orientação.o caminhão da Associação recolhe o Lixo pesa e troca por vale. Essa parceria também foi estabelecida para a Execução das Ações do Programa Saúde na Escola em relação ao Tema Combate ao Aedes.

Os objetivos foram eliminar os focos do Aedes, estimular a agricultura familiar, possibilitar a reinserção social de dependentes químicos, alcoólatras e ex-presidiários, e proporcionar uma Alimentação Saudável da População.

Divulgação do Programa Barriga Cheia. Recolhimento de 110 toneladas de Lixo Reciclável até o momento. Acesso da População à alimentação saudável. Geração de Emprego e Reinserção Social de Dependentes Químicos e alcoólatras após internações em Clínicas de Reabilitação e também de ex-presidiários.Esse Projeto concretiza o trabalho integrado realizado no Município de Guapé entre a Atenção Primária e a Vigilância Epidemiológica, bem como a importância do trabalho intersetorial, que possibilita a abrangência das ações em saúde diante das necessidades complexas de intervenção.

Principal

Nayara Campideli Ferreira

aps.saude@guape.mg.gov.br

Coautores

Laysa Amaral

A prática foi aplicada em

Guapé

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Rua Doutor Antonio Fonseca, Nº75, Parque Das Águas

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Márcia Aparecida Dos Reis

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

27 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Vigilância da Febre Amarela: Monotoramento Rápido da Cobertura Vacinal Contra Febre no Município de Rio Claro-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Vigilância das Síndromes Febris Agudas
Práticas
A Redução da Mortalidade Infantil no Município de Guarujá-Sp
São Paulo
Práticas
Promovendo e Fazendo a Saúde do Homem no Território
Tocantins
Práticas
Elaboração Coletiva de Um Guia Prático de Diluição de Medicamento Intravenoso Adulto
Rio de Janeiro
Práticas
Experiências no Enfrentamento da Febre Amarela no Município de Valença em 2018, os Desafios Ante Principais Peculiaridades do Município, Problemas e Desafios da Gestão Local de Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
“Implementação do Programa Seja Bem Vindo – Visita Aberta no Hospital de Pronto Socorro Canoas”
Rio Grande do Sul
Práticas
Ressignificação do processo de adolescer
Minas Gerais