Olá,

Visitante

Vigilância em saúde ambiental é ação!

A Vigilância em Saúde Ambiental (VSA) de Itanhangá trabalha a prevenção de doenças e a promoção da saúde, com o intuito de identificar as metodologias a serem aplicadas para precaver e controlar os elementos ambientais relacionados às doenças ou a outros agravos à saúde publica, a equipe realiza atividades diversas, priorizando ações de controle do Aedes aegypti, que na realidade atual é o que mais interfere na saúde humana em nosso meio. Após a visita/monitoramento dos técnicos do Escritório Regional de Saúde de Sinop em setembro de 2017, recebemos amplas orientações, as quais nortearam a equipe em todas as suas atribuições, considerando que em sua totalidade os agentes e a gestão estavam iniciando na função esta visita foi fundamental para o desenvolvimento do trabalho de forma geral, possibilitando o planejamento de maneira ampla e a execução das ações de modo organizado, assim conseguindo direcionar e aprimorar as atividades. o trabalho foi desenvolvido no ano de 2018.

Objetivo de alcançar bons resultados no que se refere a prevenção de doenças e promoção de saúde de modo geral, com ênfase no combate ao Aedes Aegypti, para promover a conscientização da população quanto a necessidade e urgência em executar estratégi Método dialógico, interativo, onde os profissionais motivaram a participação e a construção conjunta, de maneira a despertar o interesse sobre o assunto e favorecendo a tomada de decisão por parte das crianças e demais munícipes que estiveram envolvidos. Recursos utilizados: data show, cartaz, folder, eva, fantasia de mosquito, entre outros(além dos equipamentos e epi que os ACE usam em sua rotina diária para executar suas atribuições). Atividades realizadas: palestra, jogos lúdicos, roda de conversa, teatro, mostra. Buscar firmar termos de cooperação técnica para eliminar focos, bem como executar estratégias de enfrentamento e combate ao Aedes e preservação do meio ambiente.

Equipe envolvida: Gestora Municipal, coordenador de VSA, ACE’s, ACS’s e equipe administrativa da SMS. o trabalho foi desenvolvido durante o ano de 2018, com aproximadamente 20 servidores envolvidos. Foi executado um trabalho lúdico em todas as turmas das escolas municipais, com a finalidade de conscientizar tanto a respeito da necessidade do controle do Aedes, quanto com a preservação da água e do meio ambiente como um todo, foram desenvolvidas atividades como palestras, músicas, tapete educativo, quiz (perguntas e respostas), experimentos (de acordo com a faixa etária dos alunos) sempre orientando sobre a preservação ambiental e abordando vários assuntos relevantes, argumentando também sobre boas práticas em vigilância sanitária.Avaliamos como positivos os trabalhos, pois foi possível reduzir o número de caso de Dengue e o Índice de Infestação Predial, especialmente nos Pontos Estratégicos. Além do estímulo a equipe em perseverar no trabalho, foi possível aprimorar a conscientização da população que leva a melhoria da qualidade de vida e dos indicadores de saúde.

Principal

Sandra Klassen Grzechota

sec.saude@itanhanga.mt.gov.br

Coautores

Samara Barbosa Do Nascimento, Eduardo Silva Garcêz,

A prática foi aplicada em

Mato Grosso

Centro-Oeste

Instituição

Rua Valdecir Martins – Loteamento Do Osorio S/N Itanhangá Mt

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Sandra Klassen Grzechota

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

13 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal