Olá,

Visitante

Saúde Emocional: a Constelação Familiar Como Ferramenta de Desenvolvimento Bio-Psico-Social na Estratégia de Saúde da Família (Esf) do Município de Maria da Fé – Mg.

ObjetivoDisponibilizar um ambiente de escuta terapêutica e reflexão dentro da ESF através de temas pertinentes a realidade dos usuários e compartilhamento de experiências. Garantindo espaços de engajamento da população, gerando, sujeitos autônomos, protagonistas.MetodologiaA partir da demanda diagnosticada pelas equipes de ESF, realizou-se reuniões entre a Secretária de Saúde Juliana F. Zaroni Batista, a Coordenadora de Atenção Primária á Saúde Lourdes Mirian Bernando de Souza e a Consteladora Rossiany C. Cruz, para fomentar a aplicação da Constelação Familiar nos grupos de SAÚDE EMOCIONAL. Definiu-se que ocorreriam encontros semanais na USF José Domingos dos Santos as quintas feiras no período matutino e vespertino, com duração de uma hora, aberto a população mariense com o único critério de serem maiores de 18 anos. Os assuntos propostos possuíam temáticas em consonância com as Constelações Familiares (CF) aplicando-se nos encontros exercícios sistêmicos levando seus membros a reflexões da vida emocional.

A Constelação Familiar CF é uma ciência desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger. O termo original da Constelação Familiar é “Familienaufstellung, onde o sentido literal seria “colocar a família na posição”. Consiste no posicionamento de imagens internas projetadas em objetos concretos, visíveis. Com a ajuda de pessoas ou com âncoras (objetos que simbolizam pessoas ou sentimentos), trazem consigo uma consciência das linhas invisíveis que prendem as pessoas ao sofrimento físico e emocional. Ganhando força, pois entra em alinhamento com o seu propósito de vida gerando vontade para realizar transformações, melhorando a qualidade vida. A inserção da CF na rede SUS através do Programa de Práticas Integrativas e Complementares acompanha a mudança de uma política assistencialista para uma política de participação ativa e consciente, promovendo mudanças fundamentais na forma de abordar as questões de saúde emocional, trazendo empoderamento e contribuindo para a promoção da saúde mental.

O reconhecimento da vida numa nova perspectiva é processado imediatamente quando o indivíduo remonta sua história externamente, resultando na promoção da saúde e qualidade de vida. A cada encontro foram oportunizado temáticas diferentes atendendo as necessidades diversas dos usuários do SUS em Maria da Fé, contribuindo para minimizar a demanda reprimida de saúde mental, fomentando a construção de novos grupos dentro da comunidade pelos próprio usuários, que se tornaram multiplicadores.

Principal

Rossiany Cassia da Cruz

A prática foi aplicada em

MG

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

Maria da Fé

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Ideiasus/Conasems

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Relato do Processo de Implantação de Protocolo de Fitoterápicos Municipal no Município de Vera Cruz do oeste, Brasil
Paraná
Práticas
Projeto Farmácia Viva
Piauí
Práticas
Gestão das Pics: Instrumento de Avaliação Como Indicador de Efetividade e Consolidação na Aps.
Santa Catarina