Olá,

Visitante

São Gonçalo do Amarante unido contra a dengue

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIASensibilizar e envolver a população para a prevenção à dengue no município de São Gonçalo do Amarante. Reduzir e controlar os índices de infestação predial

O projeto São Gonçalo do Amarante unido contra a Dengue, de iniciativa da prefeitura de São Gonçalo do Amarante ( RN), surgiu a partir do entendimento da administração municipal de que a problemática da dengue tem origem multifatorial, e para seu controle é preciso adotar estratégias de enfrentamento intersetoriais, pois, as variáveis que englobam este problema de saúde pública perpassam o Setor Saúde. A Secretaria Municipal de Saúde, considerando as diretrizes nacionais para prevenção e controle da dengue, atua na Assistência à Saúde, Vigilância Epidemiológica dos casos, no Controle Vetorial, na comunicação, educação e mobilização e mobilização social e, juntamente, com a Secretaria Municipal de Educação formularam e são responsáveis pelo referido projeto. O projeto São Gonçalo unido contra a dengue vem sendo executado desde 2010 e tem como uma de suas metas promover a integração entre os órgãos da esfera municipal, envolvendo nesta ação a Secretaria de Saúde, Secretaria de educação, Secretaria de Comunicação Social, Secretaria de Serviços Urbanos, Secretaria de Cultura, Departamento Municipal de Trânsito e banda Municipal que atuam de modo integrado e articulado com o objetivo principal de sensibilizar as comunidades sobre a dengue e a importância da prevenção e controle desta doença.

Devido às características do projeto, ele possui aplicabilidade nacional, ressalvadas as peculiaridades regionais, locais e socioculturais. Os impactos produzidos forma significativos para a redução de ocorrência dos casos de dengue e dos índices de Infestação predial pelo mosquito em São Gonçalo do Amarante, destacando-se no controle da doença entre os municípios da Grande Natal.Conclui-se que o projeto tem aplicabilidade e gera resultados imediatos na comunidade onde está sendo promovido, já que se conseguiu diminuir o índice de infestação predial e o índice de pessoas acometidas pelo vírus da dengue. Além de garantir uma maior participação da comunidade nos assuntos que interferem diretamente na saúde da população, ressaltando o envolvimento das escolas na articulação e mobilização da população, contribuindo significativamente nos resultados positivos gerados pelo projeto.

Principal

Márcia Maria Soares de Oliveira

A prática foi aplicada em

São Gonçalo do Amarante

Rio Grande do Norte

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Rua Alexandre Cavalcanti, 3111 – Centro Administrativo de SGA

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Márcia Maria Soares de Oliveira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

18 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Estudo das infecções do trato urinário na população de Queimadas (PB) atendida pelo SUS
Paraíba
Práticas
VIVER BEM É SER SAUDÁVEL: ACOMPANHAMENTO DE PORTADORES DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO-TRANSMISSIVEIS
Paraíba
Práticas
Vigilância Epidemiológica: relato de experiência sobre a operacionalização do trabalho no município de Quatis
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação antirrábica animal itinerante – a vigilância ambiental em saúde vai até você!
Rio de Janeiro
Práticas
Estratégia de rodízio para ampliação do acesso da população às vacinas com apresentação multidoses
Rio de Janeiro
Práticas
Projeto agrotóxicos: Um olhar consciente
Paraíba