Olá,

Visitante

Promoção da Saúde Através do Teatro

As atividades de promoção da saúde através do teatro acontecem no CMS Américo Veloso desde 2008. São diversas atividades que trabalham com a premissa que as práticas relacionadas ao teatro por si só desenvolvem, no âmbito da promoção da saúde, todos os aspectos da comunicação que são trabalhados em sessões fonoaudiológicas quando os transtornos já estão presentes. Contamos com a participação dos jovens do RAP da Saúde, projeto da Secretaria de Saúde da Prefeitura do Rio de Janeiro, de formação de jovens como agentes promotores da saúde e com a articulação intersetorial através da parceria com a UNIRIO, Universidade Estácio de Sá e Centro de Teatro do Oprimido.CONTAÇÃOEstimulação da leitura e da comunicação, em todos os seus aspectos, de forma lúdica, através de contação de histórias e brinquedos cantados. Conta com a participação dos jovens do RAP da Saúde. Atividade de livre demanda, sem necessidade de encaminhamento, nem restrição de faixa etária.AULA DE TEATRO DO OPRIMIDOAula de teatro para jovens com a metodologia do Teatro do Oprimido, desenvolvida por Augusto Boal. Parceria com o CTO (Centro de Teatro do Oprimido). Conta com a participação dos jovens do RAP da Saúde.AULA DE TEATRO INTERGERACIONALAula de teatro voltada para o público adolescente e adulto. Parceria com o Programa de Extensão Teatro em Comunidades do curso de Licenciatura em Teatro da UNIRIO. Faixa etária contemplada: a partir de 13 anos. AÇÕES TEATRAISPeças curtas e intervenções teatrais com temas de saúde relacionadas aos diferentes serviços da unidade. Parceria com o curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Estácio de Sá.

A prática atua no desenvolvimento da comunicação, sob a perspectiva da promoção da saúde.Acredita-se que através do teatro é possível se criar um ambiente de interação saudável e acolhedor onde as pessoas possam se expressar com liberdade, desenvolvendo aspectos relacionados a fala, linguagem e voz dos participantes.

Acredito que a longevidade das atividades, que seguem ininterruptamente há catorze anos, se deva a dois principais motivos: a parceria com a universidade e o reconhecimento da importância do trabalho desenvolvido por parte da direção da unidade, que permite que uma profissional se dedique durante boa parte da sua carga horária semanal às atividades de promoção da saúde. É importante ressaltar que a continuidade da contação e das aulas de teatro é o que permite que se observe o crescimento das pessoas envolvidas e os ganhos relativos à sua saúde e qualidade de vida.

Principal

Clarisse Lopes

clarissemlopes@gmail.com

A prática foi aplicada em

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Rua Gerson Ferreira, 100

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Clarisse Lopes

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba