Olá,

Visitante

Projeto sons no SUS: a música como ferramenta de cuidado para os ambientes do SUS Aracaju.

O Projeto Sons no SUS faz parte do Centro de Educação Permanente da Saúde de Aracaju, está situado no eixo Inovação em Saúde, que fomenta a dimensão subjetiva do viver através das conexões arte-saúde-educação. Os ambientes da saúde são facilmente identificados como lugares desagradáveis, dessa forma, precisamos de estratégias inovadoras para incentivar o cuidado à saúde. Reconhecendo a música como ferramenta de fácil acesso, o Sons no SUS, alicerçado na PNH (Política Nacional de Humanização), trabalha a melhoria dos ambientes do SUS Aracaju, conectando os usuários à música e aos afetos que acontecem nas intervenções musicais por onde tem passado. Os estudos provam que a música tem o poder de nos transportar de um lugar para o outro sem necessariamente sairmos do lugar nos reconhecemos no ritmo, na melodia e na letra de determinada canção e sentimos uma mudança no nosso humor, nos sensibilizamos através disso, tornamos possível sorrisos, gestos e encontros mais humanos.

•Utilizar a música para a melhoria da qualidade do ambiente nos serviços do SUS •Inovar na oferta de cuidado para usuários e trabalhadores do SUS •Estimular uma cultura de utilização da arte como elemento terapêutico no SUS •Investir na formação de musicaO Sons no SUS trabalha com Intervenções Musicais que duram em média 40 a 50 minutos. Nesse período, entramos na unidade tocando instrumentos e de surpresa. Circulamos, então, todo o ambiente de saúde ao qual fomos convidados e buscamos nos conectar musicalmente com todas as pessoas que ali estão, através das canções, sorrisos e olhares, toda comunicação entre os músicos e usuários são feitas musicalmente. Ao fim, saímos tocando e nos despedindo também musicalmente.

O projeto Sons no SUS existe desde 2012, de lá pra cá várias pessoas foram afetadas pelas intervenções em Unidades Básicas de Saúde, Maternidades, Hospitais de Urgência e Emergência, CAPS, Residências Terapêuticas e eventos da Saúde dos mais diversos. As experiências tem produzidos resultados bastante satisfatórios e contribuído de forma positiva inovando na produção de saúde através da arte dentro da clínica ampliada.

Principal

Samuel Andrade Rocha Silva

samuel.silva@aracaju.se.gov.br

A prática foi aplicada em

Aracaju

Sergipe

Nordeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Ideiasus/Conasems

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

11 set 2016

e atualizada em

21 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Mindfulness, uma estratégia para redução da ansiedade e manejo de peso
Rio Grande do Sul
Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba
Práticas
Práticas integrativas em um grupo tereapêutico “equilíbrio das emoções”
Paraíba
Práticas
Auriculoterapia uma práticas integrativas: como alternativa complementar no tratamento da ansiedade
Paraíba
Práticas
IMPLANTAÇÃO DE PRÁTICA INTEGRATIVA E COMPLEMENTAR NA REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE QUEIMADAS-PB
Paraíba
Práticas
A terapia comunitária integrativa como inclusão e bem-estar na terceira idade.
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Centro de Referência em MTC e Práticas Integrativas no Município de Duque de Caxias
Rio de Janeiro
Práticas
Planejamento orientativo do CTA/SAE Juara – MT, sobre protocolo de PEP às farmácias do Vale do Arinos.
Mato Grosso