Olá,

Visitante

Projeto Jardim do Cheiro

Este projeto aconteceu em parceria com a secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Teresina. O objetivo seria produzir um horto de plantas medicinais com a participação ativa dos deficientes visuais. A prefeitura construiu canteiros utilizando garrafas pet e pneu velhos. Os deficientes visuais eram os atores que produziam as mudas nos canteiros. A Prefeitura fornecia uma bolsa a cada deficiente para estimulá-los a participar do projeto. O que mais me impressionava era a habilidade dos deficientes em cortar as garrafas e cultivas as ervas.

Deficiência visual

Principal

Lis Cardoso Marinho Medeiros

A prática foi aplicada em

Teresina

Piauí

Nordeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Lis Cardoso Marinho Medeiros

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba
Práticas
Projeto Hidrovida: a utilização de terapia aquática como forma de tratamento para idosos com doenças osteomusculares.
Paraíba
Práticas
Assistência multiprofissional aos portadores de hipertensão e diabetes mellitus de uma UBS de Belém do Brejo do Cruz – PB: relato de experiencia
Paraíba