Olá,

Visitante

Projeto Farmácia Viva

Este projeto aconteceu no ano de 1990. Foi uma iniciativa de projeto de extensão com alunos dos cursos de Enfermagem e Odontologia. A proposta inicial era intervir em ações de saúde bucal dos adolescentes inseridos no NAICA (Núcleo de Apoio à Criança e ao Adolescente) do bairro Km 7 em Teresina -PI, distante 20 Km do centro da cidade. Durante a execução do projeto de extensão houve uma demanda espontânea da população para plantas medicinais. Eu, como coordenadora do projeto e com mestrado na área acordei com o grupo a implantação de uma Farmácia Viva no NAICA.A prefeitura de Teresina forneceu todo apoio logístico, construiu os canteiros, custeou o funcionário para cuidar da horta, etc. Após a construção da infraestrutura necessária realizou-se uma capacitação para agentes comunitários de saúde e população.Inaugurou-se a horta dois fatos nos chamou a atenção. O 1º foi o discurso de um pessoa do bairro que no dia da inauguração disse em público não somos burros para consumir capim. Isto me espantou muito e tive que costurar meu discurso para desfazer a mágoa daquela mulher. O 2º fato foi durante o cultivo das espécies. Pensava eu que levando mudas da UFPI estava acertanto, no entanto depois de serem construídos todos os canteiros, a população começou a cultivar plantas do bairro em outro canteiro, tudo misturado. Isto nos fez ver que não podemos impor o que usar de plantas medicinais pela população mas antes investigar as espécies utilizadas por eles e só ai investir no cultivo e nas capacitações.Por fim, as hortas ficaram durante 2 anos mais me ausentei do bairro e quatro anos depois ao voltar todos os canteiros tinha sido destruídos com calçadas inúteis. Perguntei à população sobre as hortas residenciais e pelo menos isso permanecia, a população havia sido sensibilizada ao consumo de plantas medicinais mesmo sem apoio da gestão. Acredito então que toda política pública para ser implementada precisa antes de tudo do apoio da população.

Pobreza na periferia. Falta de acesso da população aos serviços de saúde

Como a prática gerou um produto: minha tese de doutorado e um artigo científico, penso que as práticas do curso de doutoramento podem ser replicadas.

Principal

Ideiasus/Conasems

A prática foi aplicada em

Teresina

Piauí

Nordeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Ideiasus/Conasems

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba
Práticas
Práticas integrativas em um grupo tereapêutico “equilíbrio das emoções”
Paraíba
Práticas
Auriculoterapia uma práticas integrativas: como alternativa complementar no tratamento da ansiedade
Paraíba
Práticas
IMPLANTAÇÃO DE PRÁTICA INTEGRATIVA E COMPLEMENTAR NA REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE QUEIMADAS-PB
Paraíba
Práticas
A terapia comunitária integrativa como inclusão e bem-estar na terceira idade.
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Centro de Referência em MTC e Práticas Integrativas no Município de Duque de Caxias
Rio de Janeiro
Práticas
Planejamento orientativo do CTA/SAE Juara – MT, sobre protocolo de PEP às farmácias do Vale do Arinos.
Mato Grosso
Práticas
A Ozonioterapia no tratamento de dores crônicas
Rio de Janeiro