Olá,

Visitante

Projeto Amor

Intitulado Projeto Amor, surgiu na reunião de apoio matricial realizada entre a Estratégia de Saúde da Família (ESF) e o Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) em agenda de revisão do Mapa da Rede – Diagnóstico Situacional da região sanitária dos equipamentos em questão. Na oportunidade, foi discutido o aumento das Pessoas em situação de Rua (PSR) do território e qual a forma de abordagem e gestão do cuidado das pessoas que tem a rua como local de moradia. Assim, pensou-se na pactuação em rede intersetorial que a referida ESF seria a referência para o cuidado a PSR e que inicialmente, seria ofertado um dia de cuidados específicos para essa população.

Ampliar o escopo de ações vinculadas à inserção social, diversificar ofertas de cuidado e empoderamento da população em situação de rua, com vistas à garantia de direitos humanos e de cidadania, ao fortalecimento da autonomia e ao aumento do poder de “o Dia D da pop rua”, acontece mensalmente, no terceiro sábado do mês, com horário pré-definido de seis horas da manhã até as 12 horas. Tem como ações:sensibilização e busca ativa dos beneficiários, acolhimento com café da manhã, atualização cartão de vacina, higienização, consulta médica, testes rápidos, vacinação, coleta de exames laboratoriais,atendimentos multiprofissionais e almoço. o desenho da metodologia tem como pressupostos a baixa exigência de escolaridade e flexibilidade de horário e apoia-se nas elaborações teóricas sobre pessoas que consomem drogas, ética, bioética, direitos humanos e cidadania(BENEVIDES, 1991).

Cuidados clínicos e psicossociais continuados para as pessoas em situação de rua.Proporcionar possibilidade de redução do uso de drogas, associando ações da área da saúde, desenvolvimento social, educação, dentre outras. Estimular as negociações de convivência em espaços comuns e públicos.Ampliar o acesso ao trabalho e à renda, a partir de propostas de baixa exigência e flexibilidade de horário.Estabelecer parceria com instituição que desenvolvem programas nas áreas escolhidas do projeto, capacitações e ofertas de vagas para trabalhoFomentar o trabalho em rede.Ampliar a discussão sobre o referenciamento das pessoas em situação de rua que vai de encontro à necessidade de desburocratizar o acesso aos serviços de urgênciaA rede territorial apresenta grande potencial na gestão do cuidado à pessoa em situação de rua. A Estrategia Saúde da Família, é dispositivo primordial da rede de cuidados para valer a garantia de acesso à população como um ponto dessa rede.Estabelecer intervenção e acolhimento da população de rua é considerar a importância da construção de projetos de vida no âmbito da participação coletiva, territorial e, sobretudo propiciar cuidado onde os consultórios de ruas não chegaram.

Principal

Sarah Rocha Dessimoni

sarah_souzarocha@yahoo.com.br

Coautores

Edna Mara Mendonça, Maurilio Oliveira, Isaura Ferreira Rolim, Frederico Maciente, Ana Paula Dos Santos

A prática foi aplicada em

Nova Serrana

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

Av Sete De Setembro, 1470 - Apto 601 - Centro

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Glaucia Sbampato Pereira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no Sus: Implantando Novas Instâncias Deliberativas no Município Paulo Jacinto – Al
Alagoas
Práticas
Circuito Eu Sou SUS Pré-Natal: uma Estratégia para Fortalecer A Adesão ao Pré-Natal na ESF Branca Ii em Atalaia – Alagoas
Alagoas
Práticas
Implantação da Divulgação do Diu Como Método de Prevenção de Gravidez, Não de Doença Sexualmente Transmissíveis.
Rio de Janeiro
Práticas
Ambulatório de Follow Up – Acolhimento, Humanização e Cuidado Qualificado Aos Bebês de Risco do Município de Rio das ostras.
Rio de Janeiro
Práticas
O trabalho dos agentes de endemias na identificação de larvas de mosquitos de interesse público
Rio de Janeiro
Práticas
Estratégia Adotada em Iguaba Grande/Rj para o Monitoramento e Avaliação Participativa da Produção Informada no Sia/SUS
Santa Catarina
Práticas
Essa Planta Serve para Quê?
Bahia
Práticas
Controle Social E Saúde Do Trabalhador: A Experiência Regional Do Conselho Gestor Do Cerest- Pólo Duque De Caxias – RJ
Espírito Santo
Práticas
As Tecnologias Leves Como Potencializadoras no Processo de Trabalho de Duas Equipes do Município de Timbó-Sc.
Santa Catarina
Práticas
Matriciamento das Ações de Saúde Mental na Atenção Básica do Município de Moju-Pa: Um Relato de Experiência.
Pará