Olá,

Visitante

Plástico reciclado = pão garantido

O projeto tem como objetivo realizar um trabalho efetivo no combate ao mosquito Aedes aegypti, complementar à renda familiar, movimentar a economia do comércio local, bem como conscientizar cada cidadão a reduzir o descarte de recipientes de maneira inadequada, através da coleta de materiais acondicionando-os no posto de coleta.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: O funcionamento do projeto acontece da seguinte maneira: O cidadão recolhe os recipientes plásticos, leva a uma à Unidade de Saúde, onde os mesmos serão pesados, trocados e convertidos em ticket´s, que valem R$0,70, o quilograma. Efetua-se a troca por pães e produtos comestíveis nas padarias credenciadas existentes no município. Uma vez na semana a referência técnica do projeto, realiza a coleta nas UBS (Unidade Básica de Saúde), recolhendo os recipientes e encaminhando os mesmos para a reciclagem onde se dará o destino final adequado. O recurso financeiro da venda dos recipientes é depositado em uma conta do fundo municipal, aberta para este fim, para que possa ser realizado o pagamento das padarias que forneceram os pães ou produtos comestíveis na troca dos tickets. Quanto à divulgação do projeto são utilizadas diversas ferramentas como a confecção de cartilhas e folders, palestras nas escolas, divulgação nas redes sociais e jornais, divulgação através dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes Comunitários de Endemias (ACE).INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS:Uma das ferramentas utilizadas para avaliar a eficácia do Projeto é o SINAN (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), observando-se o quantitativo de casos notificados e confirmados de dengue no município a partir da implantação do projeto. Outra fonte é o LIRAa Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti, que aponta o índice de infestação do Aedes Aegypti, segundo a classificação do Ministério da Saúde. OBSERVAÇÕES/AVALIAÇÃO/MONITORAMENTO: O processo de avaliação é feito obtendo os dados através do SINAN e do LIRAa sendo possível identificar os principais criadouros do vetor, o que permite o melhor direcionamento das ações de controle para as áreas mais críticas e também os locais com maior incidência de casos de Dengue e outras. Diante do resultado obtido através do LIRAa, é possível avaliar se houve diminuição dos recipientes plásticos no meio ambiente, bem como diminuição dos focos. A avaliação é feita todo fim de mês onde se observa o andamento do projeto, seus desafios e avanços.

Em virtude do clima do município de Várzea da Palma, situado no Norte de Minas, o consumismo da sociedade, e o descarte de materiais que podem ser recicláveis, é grande a preocupação para com o meio ambiente e os problemas relacionados à saúde. Os plásticos, por exemplo, são grandes vilões da poluição ambiental, haja vista que, contribuem como moradia e ambientes propícios para a proliferação do vetor Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, Zika Vírus, Chikungunya e Febre Amarela. A idéia de reciclagem é de extrema importância, pois além de contribuir na preservação do meio ambiente, evita a poluição do solo, da água e do ar, e por sua vez evita inúmeras doenças. Pensando nisso foi elaborado o projeto PLÁSTICO RECICLADO = PÃO GARANTIDO, uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância em Saúde, Atenção Primária e Padarias locais. O projeto envolverá toda comunidade, que receberá um estímulo a mais no combate ao Aedes Aegypti.

O Projeto Plástico Reciclável =Pão Garantido é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com toda a comunidade do município. Visa diminuir os criadouros do mosquito Aedes Aegypti, além de complementar arenda familiar, trazendo não apenas benefícios a família, mas também ao meio ambiente melhorando assim a qualidade de vida da população.Este projeto acontece de forma contínua, e tem a adesão das equipes de saúde do município e da sociedade em geral, que têm a consciência de que se trata de um projeto que trará inúmeros benefícios ao município

Principal

Viviane Gonçalves Carneiro de Souza

gestora.vzp@gmail.com

A prática foi aplicada em

Várzea da Palma

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Rua Claúdio Manoel da Costa 1000

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Viviane Gonçalves Carneiro de Souza

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

12 out 2021

e atualizada em

05 abr 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba