Olá,

Visitante

Plantas Medicinais Aromáticas e Aromaterapia

Escuta acolhedora de demandas individuais com reflexões holísticas a partir da leitura da biodiversidade, utilizando a análise da natureza com a expressão dos aromas. Com linguagem acessível conforme cada interagente conversamos sobre aspectos da comunicação entre as plantas, e a expressão dos seus aromas e integração com o meio. A importância em avaliarmos todos os aspectos de vida, o nosso entorno, relações e conexões com a vida. A partir destas interações há a experiência olfativa com os aromas e dialogamos sobre os sentidos, com expressões espontâneas dos sentimentos. Ao final é conduzida uma meditação com o objetivo de integrar o conhecimento, relaxar e sentir-se parte da natureza. É feito troca de saberes, das quais o interagente já possui, podendo ser transmitido formas de extrair os aromas de plantas aromáticas de maneira simples e que possa ser utilizado no dia a dia em diversos contextos ampliando as possibilidades de autocuidado.

Ampliar formas de autocuidado com plantas medicinais aromáticas e óleos essenciais. Utilizar plantas aromáticas como uma prática de autocuidado é acessível, de baixo custo e adaptável a diversos contextos de vida, não requer tecnologia específica apenas o resgate de conhecimentos populares ou tradicionais. O objetivo principal é utilizar esta prática como um caminho de alcançar o pensamento sistêmico e integração das pessoas ao meio onde vivem, a natureza.

Utilizar plantas medicinais aromáticas como uma prática de autocuidado acessível, de baixo custo e adaptável a diversos contextos de vida, não requer tecnologia específica apenas o resgate de conhecimentos populares ou tradicionais. O objetivo principal é utilizar esta prática como um caminho ao pensamento sistêmico e integração das pessoas no meio onde vivem, com a sociedade e a natureza. Adotando cinco passos principais: 1) Escuta acolhedora de demandas individuais2) Reflexões holísticas a partir da leitura da biodiversidade, utilizando a análise da natureza com a expressão dos aromas pelas plantas que integra uma comunicação com o meio, com os polinizadores e outras plantas. 3) Experiência olfativa com aromas de plantas e dialogo sobre os sentidos4) Meditação para integrar o conhecimento, relaxar e conectar-se natureza.5) Troca de saberes ampliando as possibilidades de autocuidado.

Principal

Lisiê Silva Dalsasso Joaquim

lisiebr@gmail.com

A prática foi aplicada em

Florianópolis

Santa Catarina

Sul

Instituição

R. Profa. Maria Flora Pausewang, 108

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Ge.Amanhecer@Gmail.Com

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Processo compartilhado na construção do Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino Saúde (COAPES) em Araçatuba (SP)
São Paulo
Práticas
Programa Dose Certa: acompanhamento das entregas, impacto dos atrasos e ações do município de Santana de Parnaíba para minimizar suas consequências
São Paulo
Práticas
Projeto criando asas
Sergipe
Práticas
Experiência de integração intersetorial no controle do Aedes Aegypti e bloqueio da doença chikungunya no município de Cunha Porã (SC)
Santa Catarina
Práticas
Acolhimento referenciado de adolescentes na Atenção Básica (AB) considerando o direito de acesso à saúde
Rio Grande do Sul
Práticas
O Projeto Apoiadores do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná (COSEMS – PR) segundo a avaliação realista
Paraná
Práticas
Práticas integrativas e complementares aplicadas aos trabalhadores de uma Unidade Básica de Saúde (UBS): relato de experiência
Piauí
Práticas
Integração das ações atenção básica em saúde e vigilância em saúde no município de Barra de Santana (PB): uma realidade no território
Paraíba
Práticas
Atendimento qualitativo aos usuários do município de Santa Rita (PB) no enfrentamento à judicialização da saúde
Paraíba